s

Para acessar a área restrita use suas credenciais da Área PT

 Login

Conselho da Escola Nacional de Formação do PT se reúne para debater o Plano de Trabalho 2015-2016

A Escola Nacional de Formação do PT realizou, no dia 08 de dezembro, a reunião do seu Conselho Curador. Participaram do encontro os conselheiros e conselheiras, diretoria e equipe da Escola, o Secretário de Organização do PT, Florisvaldo Souza, e a assessora da Secretaria Nacional de Formação da CUT, Fernanda Forte, representando o secretário José Celestino Lourenço.

O objetivo da reunião foi discutir o Plano de Trabalho da Escola para 2015 e 2016, que foi elaborado em consonância com as diretrizes políticas e a agenda de atividades do PT, além de incorporar os principais desafios e questões que se apresentam ao partido e ao governo após as eleições 2014. Nesse sentido, temas como reforma política, democratização da mídia, defesa dos direitos humanos e a disputa de dois projetos de país estão presentes nos conteúdos oferecidos em todas as modalidades de atividades de formação da Escola.

Após a abertura do encontro pelos diretores Carlos Árabe e Fátima Cleide e da apresentação dos conselheiros e conselheiras, a diretora Selma Rocha fez uma breve explanação sobre a Escola Nacional de Formação do PT. Em seguida, o secretário de organização Florisvaldo fez uma análise da conjuntura política após as eleições, bem como apresentou a agenda de atividades do partido para os próximos dois anos, que inclui o PEDex 2015, o 5º Congresso Nacional do PT, encontros estaduais e municipais, encontros setoriais, o Congresso da Juventude do partido e as eleições de 2016.

A assessora da Secretaria Nacional de Formação da CUT, Fernanda Forte, participou da reunião do Conselho com a perspectiva de fortalecer a parceria entre o PT, a Escola Nacional de Formação e a CUT em atividades de formação política. Nesse sentido, apresentou um resumo das frentes de atuação da entidade neste segmento e se comprometeu a socializar as ações de formação da CUT assim que elas forem definidas.

Além de suas considerações a respeito da conjuntura política pós-eleições, os conselheiros e conselheiras opinaram e apresentaram sugestões para o Plano de Trabalho 2015/2016, que serão consideradas pela diretoria na elaboração da versão final do plano.

Em suma, os membros do Conselho aprovaram o Plano de Trabalho, defendendo a necessidade de maior unidade no PT, para que se possa enfrentar os desafios que se apresentaram após as eleições 2014, e ressaltando a importância do envolvimento e do apoio da Escola Nacional de Formação às atividades a serem realizadas pelo partido em 2015 e 2016.

Para os novos conselheiros e conselheiras foram também apresentados o vídeo da Jornada Nacional de Formação e o Banco de Políticas Públicas que vem sendo desenvolvido pela ENFPT.