s

Para acessar a área restrita use suas credenciais da Área PT

 Login

Boletim ENFPT – Outubro de 2014

 

No mês de Outubro, o Boletim da Escola Nacional de Formação do PT continua divulgando os textos de balanço dos governos Lula e Dilma, que, futuramente, comporão o novo caderno 2 do módulo II da Jornada Nacional de Formação. Nesta edição, os conteúdos são sobre saúde, mulheres e infraestrutura. Além disso, você também confere um texto do Instituto Lula sobre a cultura nos governos petistas. Boa Leitura!

 

Texto 6 – Políticas Sociais: Saúde
O Programa Mais Médicos faz parte de um amplo pacto de melhoria do atendimento aos usuários do Sistema Único de Saúde, que prevê investimento em infraestrutura dos hospitais e unidades de saúde, além de levar mais médicos para regiões onde há escassez ou não existem profissionais. Com a convocação de médicos para atuar na atenção básica de periferias de grandes cidades e municípios do interior do País, o governo federal garantiu mais médicos para o Brasil. Leia mais+

Texto 7 – Políticas Sociais: Mulheres
Desde a sua criação em 2003, a SPM tem coordenado as políticas para as mulheres no governo federal, construindo políticas em diálogo com os movimentos de mulheres e feministas. Da mesma forma, considerando a importância de estabelecer uma ampla relação federativa, em 2003, a SPM instituiu o Fórum Nacional de Organismos Governamentais de Mulheres, como estratégia para impulsionar a articulação, a coordenação e a troca de experiências. Leia mais+

Texto 8 – Infraestrutura – Introdução
Uma infraestrutura adequada para a geração de um ambiente propício ao desenvolvimento leva a maior produtividade e competitividade do sistema econômico, ao mesmo tempo em que melhora a vida das pessoas. Os investimentos em infraestrutura, além de elevar a competitividade da economia, melhoraram as  condições de transportes, de comunicação e de fornecimento de energia, induzem a outros investimentos. Leia mais+

Instituto Lula: Cultura
Mais brasileiros produzindo e conquistando cada vez mais acesso a bens culturais. Este é o resultado dos 12 anos de governos Lula e Dilma, que legaram ao Brasil, pela primeira vez na história, uma autêntica política de Estado para a cultura.  O orçamento cresceu de R$ 276,4 milhões em 2002 para R$ 3,27 bilhões em 2014. Três Conferências Nacionais de Cultura garantiram voz ativa à sociedade civil. Leia mais+