s

Para acessar a área restrita use suas credenciais da Área PT

 Login

Em Pauta Conjuntura: Encontro Nacional de Prefeitas e Prefeitos do PT

Caras Prefeitas, Caros Prefeitos e Vices,

A 10ª geração de Prefeitos e Prefeitas do PT foi vitoriosa ao se eleger no processo do golpe que está desmontando o estado de direito no Brasil. Articular as políticas sociais e públicas, promover o desenvolvimento econômico, social, ambiental e cultural para enfrentar a grave crise econômica e política que afeta profundamente o país e a vida do povo brasileiro é o grande desafio dos Prefeitos e das Prefeitas e Vices do PT, como lideranças locais e regionais.

Queremos contar com a sua participação no Encontro Nacional de Prefeitos, Prefeitas e Vices, que será realizado nos dias 2 e 3 de Outubro, para, à luz das resoluções do 6º Congresso Nacional do PT, aprofundar a política e os problemas enfrentados na gestão das prefeituras governadas pelo PT, articular estratégias e agenda comuns por meio de uma rede de cooperação e integração, e debater temas e experiências que qualifiquem a gestão.

Gleisi Hoffmann – Presidenta Nacional do PT

José Guimarães – Secretário Nacional de Assuntos Institucionais do PT

Selma Rocha – Diretora da Escola Nacional de Formação do PT

Confira o local e a programação do Encontro:

Dia 2/10, segunda feira, das 9 às18h

Os impactos da conjuntura para os Municípios – Desafios

O golpe na democracia, o impacto da crise e desafios na gestão dos municípios. Resoluções do 6º Congresso Nacional do PT.

  • O papel do Prefeito e da Prefeita do PT como liderança política local e regional.

  • Diálogo com a sociedade.

Dia 2/10, segunda feira, das 19 às 21h

Debate, com a presença de: Gleisi Hoffmann, Presidenta Nacional do PT; de Lula, Presidente de Honra do PT; José Guimarães, Secretário Nacional de Assuntos Institucionais do PT; membros da Comissão Executiva Nacional e da Diretoria da ENFPT; do Presidente da ABM – Associação Brasileira de Municípios; de Governadores BA, PI e MG ou seus representantes indicados/as; do Líder da bancada do PT no Senado; do Líder da bancada do PT na Câmara Federal e dos especialistas colaboradores da ENFPT que conduzirão os temas do Encontro (abaixo relacionados).

Dia 3/10, terça feira, das 9 às 19h

Diretrizes do Modo Petista de Governar – Ações

Planejamento, Monitoramento, Avaliação – PPA, LDO, LOA

  • Gestão pública estratégica

  • Desenvolvimento local sustentável (social, cultural, ambiental, econômico e ético) e direito a cidade – articulações e iniciativas.

  • Políticas sociais e a realização de direitos.

  • Participação Popular e Cidadã e Controle Social.

  • Banco de Políticas Públicas.

  • Articulação de prefeitos, prefeitas e vices com a SNAI – Secretaria Nacional de Assuntos Institucionais do PT e com a ABM – Associação Brasileira de Municípios.

O Encontro ocorrerá em Brasília/DF, no Hotel San Marcos – Setor Hoteleiro Sul, Quadra 05, Bloco C – Asa Sul.

Saiba mais sobre o Encontro e faça sua inscrição até 28 de setembro aqui.

Confira outros destaques:

1. General do Exército ameaça “intervenção militar” e PT repudia atitude em nota

Um general da ativa no Exército, Antonio Hamilton Mourão, secretário de economia e finanças da Força, afirmou, em palestra promovida pela maçonaria em Brasília na sexta-feira (15/09), que seus “companheiros do Alto Comando do Exército” entendem que uma “intervenção militar” poderá ser adotada se o Judiciário “não solucionar o problema político”, em referência à corrupção de políticos. Segundo ele, seus “companheiros” avaliam que ainda não é o momento para a ação, mas ela poderá ocorrer após “aproximações sucessivas”. Leia mais aqui.

Em nota assinada pela presidenta nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann, o Partido dos Trabalhadores conclamou as forças democráticas do País a repelir, com veemência, essa gravíssima manifestação do general Hamilton Mourão, pregando publicamente uma intervenção das Forças Armadas sobre as instituições da República. Confira a nota aqui.

2. Cinco novas arbitrariedades cometidas por Moro contra Lula

O ex-presidente Lula prestou depoimento na quarta-feira (13/09) ao juiz federal de Curitiba, Sérgio Moro, quando, mais uma vez, ficou evidente a prática de lawfare – o uso abusivo de leis para prejudicar alguém – pelo juízo e pela procuradoria. Em vez de provas, documentos apócrifos e rasurados foram anexados ao processo para dar ares de materialidade. Perguntas superficiais e alheias ao processo foram feitas em detrimento de questionarem Lula sobre a denúncia central do processo: os contratos da Petrobras. Além disso, foram feitos ataques frontais à Constituição federal ao se inverter o ônus da prova. Confira aqui as cinco arbitrariedades cometidas por Moro contra Lula.

3. Ocupação do MTST em São Bernardo do Campo é alvo de ataque a tiros

A ocupação Povo Sem Medo, do MTST em São Bernardo do Campo, sofreu um ataque a tiros na tarde de sábado (16/09). Os disparos vieram de um condomínio de alto padrão que fica ao lado do terreno. Audinei Serapião da Silva foi atingido com um tiro no braço e socorrido no pronto socorro central da cidade. Ele foi operado para que houvesse a retirada do projétil e passa bem, permanecendo em observação até este domingo. Em nota, a presidenta nacional do Partido dos Trabalhadores, Gleisi Hoffmann, criticou a violência: “Causa-nos indignação conviver com a intolerância e a violência que sustentam a desigualdade social no nosso País. Ainda mais quando essa violência é alimentada pela intransigência institucional em dialogar com o movimento social e negociar uma saída justa e pacífica para o impasse por parte da Prefeitura de São Bernardo do Campo. É uma atitude inconsequente, desrespeitosa e omissa não assumir o drama da exclusão social como responsabilidade do poder público”. Leia mais aqui.

4. Ao lado de investigados, Dodge diz que ninguém está acima ou abaixo da lei

A nova procuradora-geral da República, Raquel Dodge, tomou posse hoje (18/09), ao lado de três investigados. Um deles, Michel Temer, denunciado por corrução, obstrução judicial e comando de organização criminosa – o quadrilhão do PMDB. Outros, os presidentes da Câmara e do Senado, Rodrigo Maia (DEM) e Eunício Oliveira (PMDB), acusados de receber propinas da Odebrecht. Eunício era chamado de “Índio” e Maia de “Botafogo” nas planilhas da empreiteira. Apesar disso, em seu discurso, Dodge afirmou que “ninguém pode estar acima ou abaixo da lei”. Leia mais aqui.

5. Desigualdade, desemprego e violência: assim é o país do ajuste fiscal de Meirelles

O programa econômico do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, é o programa do Mercado. É o programa desejado com ardor (e promovido com recursos) pelos banqueiros, rentistas, grandes empresários comerciais e industriais, grandes proprietários rurais, donos de grandes órgãos de comunicação, gestores de grandes fortunas, executivos de grandes empresas e seus representantes no Congresso. É voltado, portanto, a 0,2% da população, agrava disparidades sociais e econômicas e pretende promover um retorno ao período anterior a 1930. Leia mais aqui.

6. PT e FPA lançam plataforma e debatem ‘Fome e Miséria no Brasil’

O Partido dos Trabalhadores e a Fundação Perseu Abramo lançam, na próxima quinta-feira (21/09), a iniciativa Brasil Que o Povo Quer, um amplo processo de escuta e debate para envolver os brasileiros e brasileiras na construção de um novo programa para o Brasil. Serão três frentes principais: (1) uma plataforma digital aberta à participação de todas e todos; (2) debates transmitidos ao vivo na internet com a presença de ativistas, estudiosos e estudiosas e integrantes de movimentos sociais; (3) reuniões e debates presenciais nos Diretórios (zonais, municipais, estaduais e nacionais), setoriais e outras instâncias do PT. As três frentes estão interligadas com um objetivo final e único de construir um novo Projeto para o Brasil, que será apresentado pelo PT à sociedade ao final do processo, em 2018. Leia mais aqui.

7. Parlamentares sul-americanos chegam à Venezuela e se propõem a mediar acordo de paz

Deputados do Parlamento do Mercosul (Parlasul) fizeram uma visita oficial à Assembleia Nacional Constituinte (ANC) na sexta-feira (15/09), para prestar solidariedade à Venezuela e repudiar as últimas declarações do governo dos Estados Unidos, que chegou a considerar uma intervenção militar contra o país sul-americano. O presidente do Parlasul, o deputado federal brasileiro Arlindo Chinaglia (PT), liderou a delegação e fez uma declaração à imprensa no final da reunião com a presidenta da ANC, Delcy Rodríguez: “Nossa visita foi aprovada pelo plenário do Parlasul, que também aprovou uma resolução às declarações do presidente dos EUA. A Venezuela deve ser respeitada por sua soberania e pela autodeterminação dos povos. Podemos contribuir para que a Venezuela encontre a paz, para que a crise política se resolva”. Leia mais aqui.

8. Assista a reportagens pela TVT

Na TVT, você assiste às reportagens e coberturas sobre os principais temas tratados pela mídia, com uma visão progressista e independente. Acesse pelo siteFacebook ou canal do Youtube da TVT.

Clique aqui e confira outros conteúdos do Em Pauta Conjuntura! Acesse aqui as orientações e o roteiro para a realização dos debates!

Banco de Políticas Públicas do PT

O Banco de Políticas Públicas do PT tem como objetivos disseminar o Modo Petista de Governar e contribuir para a elaboração de projetos pelos gestores petistas. O Banco reúne experiências desenvolvidas pelas prefeituras petistas em diversas áreas temáticas. Clique aqui para acessar e conhecer os seus conteúdos.

Campanha de apoio ao Nexo Jornal, Carta Maior, Caros Amigos, Opera Mundi, Democratize e Socialista Morena

Contribua com o jornalismo independente e a liberdade de expressão, assinando o Nexo Jornal, os boletins da Carta Maior e a revista Caros Amigos, bem como apoiando o Opera Mundi, o Democratizee o blog Socialista Morena.