Orientações para as instâncias e mandatos do PT ampliarem o debate:
  1. Convocar, de forma organizada, plenárias e reuniões de instâncias e mandatos e realizar seminários e debates sobre estes temas importantes da conjuntura, usando o boletim “Em Pauta Conjuntura” e o roteiro, elaborados pela Escola Nacional de Formação.
  2. O Material produzido pela Escola de Formação deve, sempre que possível, ser impresso e distribuído para os filiados e filiadas. Vale a pena também organizar panfletagens e distribuir este material.
  3. As direções deverão, sempre que possível, pautar os meios de comunicação locais para ampliar o debate na sociedade, por isso, é muito importante preparar e distribuir releases e procurar as rádios, os jornais e os/as blogueiros/as da sua cidade.
  4. Realizar a panfletagem digital pelo Facebook, Whatsapp, Twitter e blogs, ou enviar os boletins por e-mail para todos os filiados e filiadas, com orientação de que eles distribuam os textos para suas famílias e amigos/as.
  5. Os parlamentares do PT devem levar estes temas para os plenários das Câmaras Municipais, das Assembleia Legislativas e do Congresso Nacional e auxiliar os Diretórios Municipais e Zonais na mobilização da Militância em torno deste debate.

Roteiro sugerido para utilizar o boletim “Em Pauta Conjuntura” em uma reunião de instâncias ou mandatos:

1) Saudação de boas-vindas

Providenciar: Lista de presença com campos para serem preenchidos: nome, telefone e e-mail.

O/A coordenador/a da atividade se apresenta, faz uma saudação de boas-vindas aos presentes e propõe uma apresentação dos participantes: cada participante diz seu nome, de onde é e sua atuação política.

2) Apresentação dos objetivos e da dinâmica da atividade

O/A coordenador/a apresenta os objetivos e a dinâmica da atividade:

Objetivos:

– Debater um tema da conjuntura, para contribuir com a formação e preparação da militância para os debates do V Congresso do PT.

Dinâmica:

– Faremos uma leitura de textos, debate em pequenos grupos, orientado por duas perguntas, apresentação e síntese.

3) Leitura do Boletim Em Pauta Conjuntura

Providenciar cópia dos textos sugeridos no boletim, ou projeção (computador e projetor).

– O/A coordenador/a distribui cópias do boletim Em Pauta Conjuntura para todos/as os/as participantes.

– Sugere que algumas pessoas façam a leitura do texto em voz alta (revezando pessoas).

4) Diálogo em grupos

Providenciar folhas sulfite e canetas.

– Após a leitura, o/a coordenador/a divide os participantes em pequenos grupos, de no máximo 5 pessoas, e pede que respondam a perguntas elaboradas de acordo com os conteúdos de cada Em Pauta Conjuntura, como, por exemplo:

  1. a) Como o financiamento público de campanha pode fortalecer a democracia?
  2. b) Quais avanços são mais urgentes em nossa democracia?

– Orientar para que anotem as respostas em uma folha e indiquem uma pessoa do grupo para apresentar as conclusões.

5) Diálogo em plenária

– Após a conclusão do debate em grupos, o representante faz a leitura das respostas elaboradas pelo seu grupo.

– O/A coordenador/a ou um/a convidado/a faz uma síntese dialogada, abrindo para algumas intervenções dos participantes.

6) Próximos Passos

É sempre muito importante manter a militância mobilizada!

– O/a coordenador/a deve deixar agendada uma próxima atividade, divulgar e convidar a todos/a para uma agenda de mobilização, sugerir para escreverem sobre o tema debatido nas suas redes digitais (Whatsapp, Facebook, Twitter, blogs, grupos de e-mails) e/ou dialogarem sobre os temas com sua família e amigos/as.

7) Avaliação e encerramento

– O/a coordenador/a pede para que cada participante diga, em uma palavra, o que achou da atividade.

– Agradece a presença e participação de todos/as e encerra.

Boa leitura e bom debate!

Em Pauta Conjuntura: Tacla Durán revela arbitrariedades da Lava Jato

Em audiência na Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados, realizada na terça-feira (05/06), o advogado Rodrigo Tacla Durán, que atuou como consultor da Odebrecht, voltou a dizer que os sistemas eletrônicos Drousys e MyWebDay, utilizados pela construtora...

Em Pauta Conjuntura: É urgente recuperar a Petrobras para o Brasil

Em caráter “irrevogável e irretratável”, Pedro Parente – responsável pela atual política desastrosa de preços praticados pela Petrobras na comercialização de combustíveis – pediu demissão na manhã de sexta-feira (01/6). Na carta encaminhada a Michel Temer, Parente...

Em Pauta Conjuntura: Um mês de resistência da vigília Lula Livre

Na segunda-feira (07/05), completaram-se 30 dias de resistência em frente à sede da Polícia Federal, no bairro Santa Cândida, em Curitiba, onde o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva está em custódia como preso político. Organizadores e acampados fazem balanço...

Em Pauta Conjuntura: Farsa do triplex começa a desmoronar

Em conversa com o jornalista Paulo Moreira Leite, o sociólogo e escritor Jessé Souza desmontou a farsa do triplex do Guarujá, pelo qual Lula foi condenado e preso, e a fábrica de mentiras para condenar o ex-presidente. Ele considera que o ódio cravado na sociedade...

Em Pauta Conjuntura: Rio em defesa da democracia

O ex-presidente Lula, o pré-candidato à presidência pelo Psol, Guilherme Boulos, o deputado estadual também do Psol, Marcelo Freixo e a pré-candidata à presidência da República pelo PCdoB, Manuela D'Ávila, estarão juntos, hoje (02/04) em um ato suprapartidário em...

Em Pauta Conjuntura: Ataques fascistas à Caravana de Lula pelo Sul

A presidenta nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann, e o presidente estadual do PT no Rio Grande do Sul, Pepe Vargas, denunciaram em coletiva de imprensa na terça-feira (20/03) que milícias de extrema-direita estariam perseguindo a caravana do ex-presidente Lula e...

Em Pauta Conjuntura: Defesa de Lula prova nulidade do caso Triplex

A defesa do ex-presidente Lula apresentou, na sexta-feira (16/03), novas provas que, segundo os advogados, demonstram a nulidade do processo relativo ao caso do tríplex no Guarujá, bem como apontam sua inocência. O pedido foi encaminhado ao Tribunal Regional Federal...

Em Pauta Conjuntura: A censura está de volta

Depois do Ministro da Educação, Mendonça Filho, tentar impedir que o professor Luís Felipe Miguel, da Universidade de Brasília (UnB), oferecesse o curso “O Golpe de 2016 e o Futuro da Democracia no Brasil”, uma série de episódios tem demonstrado que o governo golpista...