s

Para acessar a área restrita use suas credenciais da Área PT

 Login

Em Pauta Conjuntura: O 1º de Abril

A Secretaria Nacional de Organização e a Escola Nacional de Formação estão convocando um amplo processo de debate pré-congressual a respeito dos temas da conjuntura atual, para preparar a nossa militância para as Etapas Municipais e Estaduais do 5º Congresso e para a ação política de todos os Diretórios Municipais, Estaduais e de todos os setoriais do PT.

Neste momento, em que diferentes setores da direita brasileira, por meio de métodos autoritários e golpistas, afrontam a democracia e o Estado de Direito, desqualificam a atividade política para continuar beneficiando uma elite social que favorece os interesses dos grandes rentistas, atacam frontalmente o governo da presidenta Dilma, que venceu as eleições livres com 52% dos votos, é muito importante que a discussão sobre a conjuntura nos diretórios, núcleos e mandatos do partido seja retomada e ampliada com o vigor necessário. Nosso objetivo é fortalecer a capacidade de leitura, interpretação, elaboração de nossos/as militantes, filiados e filiadas, contribuindo para uma forte ofensiva política voltada ao diálogo com a sociedade e à ação política do PT em cada lugar.  

Para isso, a Escola Nacional de Formação do PT está produzindo o “Em Pauta Conjuntura”, que apresenta roteiros para leitura de artigos divulgados no portal do PT Nacional, no Portal da Fundação Perseu Abramo, no site da liderança da bancada do PT na Câmara Federal, no site do PT no Senado, no portal do Instituto Lula e em portais e blogs de esquerda e progressistas, sempre que os artigos contribuírem para a compreensão de temas importantes para o País em coerência com a política do PT. O boletim será diário e distribuído pela Secretaria Nacional de Organização.

Com estas ações, podemos criar um ambiente ideal para ampliarmos a nossa mobilização em cada cidade do Brasil. Esta é uma vantagem que nenhum outro partido possui. Precisamos trazer os nossos mais de 1,7 milhão de filiados e filiadas para a disputa política.

Clique aqui e confira as orientações e o roteiro para a realização dos debates!

1) 31 de março: Em “data nefasta” petistas defenderam o fortalecimento da democracia

Os parlamentares do PT: Maria do Rosário (PT-RS), Valmir Assunção (PT-BA), Assis Carvalho (PT-PI), Moema Gramacho (PT-BA), ocuparam a Tribuna nesta terça-feira (31) para ressaltar a importância da democracia no país. Os petistas defenderam mecanismos que fortaleçam a democracia ao lembrar os 51 anos do golpe militar que mergulhou o Brasil em 21 anos de ditadura.

Saiba o que foi dito.

2) Dilma sanciona lei que autoriza mãe a registrar filho sem a presença do pai

A Presidenta Dilma sancionou norma que equipara legalmente mães e pais quanto à obrigação de registrar o recém-nascido.

Antes da publicação da lei, era exclusiva do pai a iniciativa de registrar o filho nos primeiros 15 dias desde o nascimento. Apenas se houvesse omissão ou impedimento do genitor, é que a mãe poderia assumir seu lugar.

Conheça a nova lei.

3) Após desmentido, revista apaga mentira sobre dedo perdido de Lula

Um famoso boato que ronda a internet, envolvendo uma aposentadoria do ex-Presidente Lula foi divulgado erroneamente por uma revista em seu Twitter.

Alvo de preconceito e ódio, o ex-presidente desmentiu o boato e a revista, que não teve sequer a dignidade de pedir desculpas. Apagou a publicação e deu o assunto por encerrado.

Confira o imbróglio.

4) Edinho Silva será criterioso na distribuição de verba publicitária

O novo ministro da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, Edinho Silva, prometeu adotar critérios técnicos para autorizar a distribuição de verbas de publicidade a veículos de comunicação. Para ele, a prioridade da pasta é manter um diálogo franco e prestar contas à sociedade.

Saiba o que disse o novo ministro.

5) Em manifesto, diretórios regionais saem em defesa do PT

Os representantes regionais do PT aprovaram, durante a reunião, nesta segunda-feira (30), o Manifesto dos Diretórios Regionais em defesa do partido. No texto, o partido reforça a importância do 5º Congresso Nacional do PT para o fortalecimento da sigla.

Clique aqui para ler todo o manifesto.

6) Déficit fiscal de fevereiro coloca em xeque efetividade do ajuste.

O economista Guilherme Mello comenta a situação econômica do Brasil e a efetividade do ajuste fiscal proposto pelo governo.

Confira aqui o comentário.

7) Carta Maior faz especial sobre o SUS

Em série de reportagens a respeito do SUS, o portal Carta Maior destaca as dificuldades que o sistema atravessa e suas principais ameaças.
Destacamos os comentários acerca da participação do Presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, em ações que ameaçam o bom funcionamento do SUS.

Confira o especial da Carta Maior. Para ler, você precisará fazer um breve e rápido cadastro, não leva nem 2 minutos.

8) Aprovar redução da maioridade é rasgar a Constituição, afirmam petistas, que vão recorrer ao STF

Depois de admitida a admissibilidade da proposta de redução da maioridade penal para crimes hediondos, na Comissão de Constituição e Justiça, os parlamentares petistas irão recorrer ao STF para evitar uma afronta à nossa Constituição.

Leia os argumentos do PT aqui.

9) Laços entre empreiteiras e governo brasileiro se estreitaram durante ditadura, diz pesquisador

Camargo Corrêa, Odebrecht, Andrade Gutierrez, Mendes Júnior, OAS. Os nomes que compõem o seleto grupo das grandes empresas do setor de construção civil no Brasil são conhecidos há décadas pela população e já fazem parte do imaginário nacional. Arrastadas pelas denúncias de corrupção na Petrobras, com alguns de seus executivos presos desde o ano passado, essas e outras empreiteiras vêm sendo associadas pela mídia tradicional aos “desmandos” do atual governo, mas o fato é que pela primeira vez terão de prestar contas à Justiça sobre sua forma de agir e fazer negócios. Uma forma de agir que remonta ao governo de Juscelino Kubitschek e, sobretudo, à ditadura imposta aos brasileiros entre 1964 e 1985.

Leia o artigo da Opera Mundi.

10) Para filha de embaixador morto em 1979, pai foi assassinado após anunciar que denunciaria corrupção em Itaipu

Para a advogada Lygia Jobim, filha do embaixador José Jobim, a declaração de seu pai na posse do presidente Figueiredo, no dia 15 de março de 1979 em Brasília, tem relação direta com sua morte: “Lá, não sei o porquê, ele teve a infelicidade de mencionar que estava escrevendo as suas memórias e que ia fazer essa denúncia. Meu pai sabia demais. Ele voltou pro Rio de Janeiro e, menos de uma semana depois, foi encontrado morto”, conta.

A denúncia serve para desqualificar os argumentos dos extremistas de direita que sugerem, por ignorância, que na ditadura não havia corrupção. Havia não só corrupção, como assassinato para defender os ilícitos.

Confira a denúncia no site Opera Mundi.

11) Um mês após derrubar Jango, empresários golpistas formaram nova diretoria na Fiesp

As forças que planejaram o golpe militar contra o presidente João Goulart, que completa 51 anos nesta semana, previam a realização de um conflito armado no Brasil. Meses antes de abril de 1964, os conspiradores já se preparavam para enfrentar uma resistência de Goulart e seus aliados. O plano para derrubar o governo contava até mesmo com a possibilidade de indústrias e empresas alterarem a sua produção cotidiana para fabricar artefatos bélicos, como metralhadoras, cartuchos e carros de combate.

Confira o ótimo artigo, baseado nas descobertas da Comissão da Verdade, também no Opera Mundi.

12) Sindicalistas defendem em Túnis economia mundial equitativa

No momento em que 99% dos habitantes do planeta se veem submetidos à lógica neoliberal de extrema concentração de renda e poder nas mãos dos 1% mais ricos, sindicalistas se reuniram durante o Fórum Social Mundial, nesta sexta-feira, no campus da Universidade El Manar, em Túnis, para debater “propostas para uma economia mundial equitativa, a serviço dos direitos fundamentais do trabalho”.

Conheça as propostas, no site da CUT.

13) Lideranças de todo o país aderem à campanha: “Devolve Gilmar!”

Internautas, blogueiros e lideranças de todo o país gravaram um vídeo nesta quarta-feira (1º), com o objetivo de protestar contra a paralisia do julgamento sobre a constitucionalidade do financiamento empresarial das campanhas eleitorais, apontado como a principal causa da corrupção na política. A reivindicação é pela retomada imediata do julgamento do responsável pela sua suspensão, o ministro Gilmar Mendes.

Confira o artigo e o vídeo no Portal Vermelho.