O Mapa da Violência: A cor dos Homicídios no Brasil é uma publicação do CEBELA Centro Brasileiro de Estudos Latino-Americanos. Desde 1998, ano de divulgação do primeiro, já foi elaborado e divulgado vários mapas da violência quetendem a uma periodicidade de um por ano. Metade deles, agrupados sob o subtítulo genérico Os jovens do Brasil, abordou as especificidades e a evolução da mortalidade violenta de nossa juventude, principal vítima desse drama brasileiro. Os demais mapas tratarem de temas mais específicos e delimitados. O mapa de 2012 identifica os focos e os determinantes da violência contra os negros.

Destacamos dois resultados do mapa:

           • Considerando o conjunto da população, entre 2002 e 2010 as taxas de homicídios brancos caíram de 20,6 para 15,5 homicídios – queda de 24,8% – enquanto a de negros cresceu de 34,1 para 36,0 – aumento de 5,6%.

           • Com isso a vitimização negra na população total, que em 2002 era 65,4 – morriam assassinados, proporcionalmente, 65,4% mais negros que brancos, no ano de 2010 pulou para 132,3% – proporcionalmente, morrem vítimas de homicídio 132,3% mais negros que brancos.

Clique aqui e baixe o arquivo da publicação.