s

Para acessar a área restrita use suas credenciais da Área PT

 Login

Reforma Política terá ato com presença de Lula e lideranças da sociedade civil

Evento será na terça-feira da semana que vem, às 14h30, na Câmara dos Deputados

Na terça-feira (4) da próxima semana, a Câmara dos Deputados será palco de um grande ato pela aprovação da reforma política. Segundo o relator da comissão especial que debateu o tema na Casa, deputado Henrique Fontana (PT-RS), já está confirmada a presença do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, além de vários dirigentes de entidades da sociedade civil. Foram convidadas para o ato representantes da CNBB, OAB, UNE, UBES, centrais sindicais e fundações ligadas a partidos políticos. O evento está marcado para as 14h30, no auditório Nereu Ramos.

“Este será um ato importante que vai reunir vários setores da sociedade civil organizada que reivindicam uma reforma na política brasileira. Esses movimentos, que representam grande parcela da sociedade, clamam por mudanças que aperfeiçoem e preservem o bom funcionamento da nossa democracia”, disse Fontana.

O relator afirmou que a proposta do financiamento público e exclusivo de campanha é um ponto da reforma que unifica todos esses segmentos. “Todas as principais entidades do país têm em comum a defesa de um sistema de financiamento da democracia que retire dos setores econômicos, que mantem relação com os governos, o direito de influenciar financeiramente nas campanhas eleitorais”, declarou Henrique Fontana.

Segundo o relator da Reforma Política, as propostas de seu anteprojeto, já apresentado na Comissão, foram discutidas com vários líderes de entidades que vão participar do Ato. Dentre eles, o presidente da Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Dom Raimundo Damasceno; o presidente da União Nacional dos Estudantes (UNE), Daniel Iliescu e o presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Ophir Cavalcante.

Relatório

Logo após o ato, na quarta-feira (5), o deputado Henrique Fontana deve apresentar o relatório final dos trabalhos da Comissão da Reforma Política da Câmara. Durante quase seis meses o colegiado debateu mudanças no sistema político e eleitoral brasileiro. O local e o horário da reunião do colegiado ainda não foram definidos.

Foto: Site da Liderança do PT

Fonte: Site do PT