s

Para acessar a área restrita use suas credenciais da Área PT

 Login

Reforma política: Líder do PT defende plebiscito ainda em 2013

PT e PC do B defendem a consulta ainda este ano, para que as novas regras possam valer já nas eleições de 2014

O líder do PT na Câmara, deputado José Guimarães (PT-CE), disse nesta quinta-feira (4)  que a base de sustentação do governo está unida em torno da realização do plebiscito como instrumento de viabilização de uma ampla e profunda reforma politica.  O tema foi tratado hoje em reunião ocorrida, no Palácio do Jaburu, entre o vice-presidente da República, Michel Temer, os líderes da base aliada do governo na Câmara e os ministros da Articulação Política, Ideli Salvatti, e da Justiça, José Eduardo Cardozo.

“O acordo entre os partidos da base é viabilizar a realização do plebiscito, que é o melhor instrumento para fazer a reforma política, e garantir um entendimento entre Câmara e Senado para construir o decreto legislativo sobre a consulta popular”, destacou Guimarães.

O líder petista disse que é necessário viabilizar um acordo em relação à data do plebiscito.  Segundo ele, PT e PC do B defendem a consulta ainda este ano, para que as novas regras possam valer já nas eleições de 2014.

Entendimento

Sobre a construção do entendimento em relação à data do plebiscito, José Guimarães frisou que a palavra final caberá às mesas diretoras da Câmara e do Senado, após as várias negociações em curso. “Esse é um processo ainda em construção. Por isso foi constituído o diálogo dos líderes da base com o vice-presidente Michel Temer”, disse.

A Câmara também vai instalar nos próximos dias um grupo de trabalho para avaliar o assunto. No GT da Câmara, que deve formatar as perguntas do plebiscito, o representante do PT será o deputado Henrique Fontana (PT-RS).

José Guimarães observou que a presidenta Dilma também tem apresentado outras soluções para atender os anseios da população. Como prova da sensibilidade da presidenta, o líder do PT destacou as propostas para melhorar a mobilidade urbana no País, a vinda de médicos estrangeiros para atender a população mais carente e regiões remotas do País , os 100% dos royalties do petróleo para a educação e a liberação de R$ 7 bilhões para o Plano Safra do Semi-Árido nordestino, lançado hoje pela presidenta Dilma.

Guimarães comentou também a posição do PT em relação à reforma política. Segundo ele, na reunião da Executiva Nacional realizada nesta quinta-feira,  reafirmou-se a posição favorável ao Plebiscito Já e a necessidade de reforçar o trabalho de coleta de assinaturas para o projeto de iniciativa popular sobre a reforma política. Entre outros pontos, a proposta do PT defende a adoção do financiamento público de campanha e a convocação de uma Constituinte exclusiva para aprofundar a reforma. O abaixo assinado já contabiliza mais 300 mil apoios.

Foto: Liderança / PT

Fonte: Site do PT