s

Para acessar a área restrita use suas credenciais da Área PT

 Login

Reforma política e plebiscito são pontos de consenso durante reunião com partidos da base aliada

Presidente do PT, Rui Falcão, participou do encontro da presidenta Dilma com presidentes de partidos da base aliada.

A presidenta Dilma Rousseff se reuniu, nesta quinta-feira (27), no Palácio do Planalto, com os presidentes dos partidos da base aliada para receber sugestões sobre a reforma política. Segundo os ministros da Educação, Aloizio Mercadante, e da Justiça, José Eduardo Cardozo, a proposta de Dilma de realizar um plebiscito foi apoiada durante o encontro, que durou quase três horas.

“A interpretação amplamente majoritária na reunião é que o plebiscito é um instrumento muito importante de partição popular na reforma política. (…) Permitirá debater e o povo decidir os pilares da reforma. Foram citados dois aspectos essenciais, o financiamento de campanha e o sistema eleitoral. Duas diretrizes que são essenciais. Então, a presidenta deverá encaminhar sua mensagem. Ela vai continuar ouvindo as lideranças do Congresso”, afirmou Mercadante.

O ministro da Justiça enfatizou que tanto a necessidade de reforma política quanto a realização do plebiscito são pontos de consenso. Ele afirmou que há uma posição majoritária na linha de que o plebiscito seria a melhor alternativa, porque permite que a população possa debater as teses e estabelecer as diretrizes indispensáveis que vão compor o novo sistema político brasileiro.

“Houve uma posição majoritária na linha de que o plebiscito seria a melhor alternativa, embora existam outras maneiras. (…) Porque o plebiscito permite que a população, já de imediato, debata as teses e fixe as diretrizes necessárias e indispensáveis para a construção dos textos que vão compor o novo sistema político brasileiro. A participação do povo não se limitará a um ‘sim’, um ‘não’”, disse Cardozo.

O presidente do PT, Rui Falcão, participou do encontro juntamente com Eduardo Campos (PSB), Carlos Lupi (PDT), Valdir Raupp (PMDB), Ciro Nogueira (PP), Gilberto Kassab (PSD), Alfredo Nascimento (PR), Renato Rabelo (PCdoB), Benito Gama (PTB) e Marco Antonio Pereira (PRB).

Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

Fonte: Site do PT