s

Para acessar a área restrita use suas credenciais da Área PT

 Login

“Maior parte do povo pode dizer que o Congresso Nacional não os representa” – Berzoini

O deputado federal Ricardo Berzoini foi convidado, nesta sexta-feira (18), pelo PT de Cubatão para um debate sobre a reforma política. A reunião aconteceu em um auditório da Câmara Municipal.

Antes do debate, Berzoini se encontrou com o vice-prefeito, Donizete Tavares, secretários, vereadores e membros do PT de Cubatão, em pauta algumas dificuldades financeiras enfrentadas pelo município e o descaso do governo estadual para com a cidade. A breve conversa aconteceu na prefeitura.

Já na Câmara, o deputado iniciou a reunião trazendo um resumo sobre a situação do Brasil perante a crise financeira que atinge grandes potências do mundo e falou sobre a importância de uma reforma política e eleitoral para o futuro do país.

“O PT chegou a esse patamar de crescimento invejável de participação e inserção na sociedade apesar do sistema político vigente. Vemos que a cada eleição o peso do poder econômico está aumentando, as campanhas estão ficando a cada dia mais mirabolantes”, lamentou Berzoini.

O parlamentar lembrou que caso os problemas desse sistema político continuem se agravando, os brasileiros irão permanecer com o sentimento de baixa representatividade. “Há um sentimento na população de que o mundo político é distante, que os parlamentos são impermeáveis e representam em grande parte o poder econômico”, analisou.

Berzoini refletiu ainda sobre os 10 anos de governo do PT: “Por que depois dos governos Lula e Dilma ainda temos a sensação que o Brasil ainda é muito desigual? Porque o Lula e a Dilma não quiseram mudar? Não, é porque os obstáculos institucionais de mudança são maiores do que a vontade dos governantes. A maior parte do povo pode dizer que o Congresso Nacional não os representa, e eles estarão certos”, afirmou.

A limitação para gastos de campanha e a exclusão das empresas como parte dos financiadores de campanha foram as propostas trazidas por Berzoini e são as defendidas pelo PT na reforma política.

A alteração do sistema eleitoral para o voto em lista também foi defendido por Berzoini, que ressaltou a necessidade de se discutir um conteúdo programático dos partidos e não ideias isoladas de parlamentares, simplesmente.

Ao final, o deputado falou sobre a má vontade dos atuais deputados e senadores em levar adiante uma reforma política estrutural, mas afirmou que o PT continuará empenhando forças para que o tema entre cada vez mais na sociedade em geral.

Os participantes puderam participar com perguntas e colocações sobre o assunto.

Fonte: Site do deputado Berzoini