s

Para acessar a área restrita use suas credenciais da Área PT

 Login

Salário – A guerra dos índices
Várias medidas são usadas para mensurar ou corrigir os salários. Variam também os equívocos e manipulações, observados no uso de tais medidas. Assim, uma análise dessas medidas, para avaliar os diversos usos que se fazem delas, tem importância vital para os trabalhadores.

É o que faremos neste estudo. A análise se centrará em algumas das formas de mensuração dos salários: a) índices de preços; b) salários em dólar; c) salário mínimo.

Um índice de preços é calculado, modo, da seguinte forma: 1º) a partir de uma pesquisa de despesa, forma-se uma amostra de mercadorias, arranjadas de acordo com o padrão observado de despesas e consideradas aos preços do período mais regular, chamado de período base. A esta amostra é atribuído um índice “100,0”, sendo o peso de cada mercadoria proporcional à sua importância na despesa-padrão; 2º) periodicamente, coleta-se os novos preços cobrados por aquelas mercadorias, dividindo cada um desses preços por aqueles da mesma mercadoria no ano base. Resultam, destas divisões, índices individuais de cada mercadoria, que somados ponderadamente (de acordo com o peso de cada mercadoria) darão um índice global da amostra. Dividindo este índice pelo do período anterior, tem-se a variação de preços no período.

O que este índice nos indica, em primeira instância, é a variação no valor da moeda. Preço nada mais é que uma relação de valor de uma (ou mais) mercadoria(s) face a uma moeda. Variações positivas no índice revelam uma perda no valor da moeda; negativas, um ganho.

Várias medidas são usadas para mensurar ou corrigir os salários. Variam também os equívocos e manipulações, observados no uso de tais medidas. Assim, uma análise dessas medidas, para avaliar os diversos usos que se fazem delas, tem importância vital para os trabalhadores.

É o que faremos neste estudo. A análise se centrará em algumas das formas de mensuração dos salários: a) índices de preços; b) salários em dólar; c) salário mínimo.

Um índice de preços é calculado, modo, da seguinte forma: 1º) a partir de uma pesquisa de despesa, forma-se uma amostra de mercadorias, arranjadas de acordo com o padrão observado de despesas e consideradas aos preços do período mais regular, chamado de período base. A esta amostra é atribuído um índice “100,0”, sendo o peso de cada mercadoria proporcional à sua importância na despesa-padrão; 2º) periodicamente, coleta-se os novos preços cobrados por aquelas mercadorias, dividindo cada um desses preços por aqueles da mesma mercadoria no ano base. Resultam, destas divisões, índices individuais de cada mercadoria, que somados ponderadamente (de acordo com o peso de cada mercadoria) darão um índice global da amostra. Dividindo este índice pelo do período anterior, tem-se a variação de preços no período.

O que este índice nos indica, em primeira instância, é a variação no valor da moeda. Preço nada mais é que uma relação de valor de uma (ou mais) mercadoria(s) face a uma moeda. Variações positivas no índice revelam uma perda no valor da moeda; negativas, um ganho.

Sendo uma renda monetária, os salários são atingidos por essas variações no valor da moeda. Daí o interesse dos trabalhadores nos índices de preços: dominá-los é um modo de escapar à ilusão monetária. – See more at: http://www.teoriaedebate.org.br/materias/economia/salario-guerra-dos-indices#sthash.76iTDBb8.dpuf

Publicado em 01 de agosto de 1991.
 
Por Carlos Alberto Cinquetti
 
Várias medidas são usadas para mensurar ou corrigir os salários. Variam também os equívocos e manipulações, observados no uso de tais medidas. Assim, uma análise dessas medidas, para avaliar os diversos usos que se fazem delas, tem importância vital para os trabalhadores.
 
É o que faremos neste estudo. A análise se centrará em algumas das formas de mensuração dos salários: a) índices de preços; b) salários em dólar; c) salário mínimo.
 
Um índice de preços é calculado, modo, da seguinte forma: 1º) a partir de uma pesquisa de despesa, forma-se uma amostra de mercadorias, arranjadas de acordo com o padrão observado de despesas e consideradas aos preços do período mais regular, chamado de período base. A esta amostra é atribuído um índice “100,0”, sendo o peso de cada mercadoria proporcional à sua importância na despesa-padrão; 2º) periodicamente, coleta-se os novos preços cobrados por aquelas mercadorias, dividindo cada um desses preços por aqueles da mesma mercadoria no ano base. Resultam, destas divisões, índices individuais de cada mercadoria, que somados ponderadamente (de acordo com o peso de cada mercadoria) darão um índice global da amostra. Dividindo este índice pelo do período anterior, tem-se a variação de preços no período.
 
O que este índice nos indica, em primeira instância, é a variação no valor da moeda. Preço nada mais é que uma relação de valor de uma (ou mais) mercadoria(s) face a uma moeda. Variações positivas no índice revelam uma perda no valor da moeda; negativas, um ganho.
 
Sendo uma renda monetária, os salários são atingidos por essas variações no valor da moeda. Daí o interesse dos trabalhadores nos índices de preços: dominá-los é um modo de escapar à ilusão monetária.
 
Clique aqui para ler mais!