s

Para acessar a área restrita use suas credenciais da Área PT

 Login

Em Pauta Conjuntura: Swissleaks

A Secretaria Nacional de Organização e a Escola Nacional de Formação estão convocando um amplo processo de debate pré-congressual a respeito dos temas da conjuntura atual, para preparar a nossa militância para as Etapas Municipais e Estaduais do 5º Congresso e para a ação política de todos os Diretórios Municipais, Estaduais e de todos os setoriais do PT.

Neste momento, em que diferentes setores da direita brasileira, por meio de métodos autoritários e golpistas, afrontam a democracia e o Estado de Direito, desqualificam a atividade política para continuar beneficiando uma elite social que favorece os interesses dos grandes rentistas, atacam frontalmente o governo da presidenta Dilma, que venceu as eleições livres com 52% dos votos, é muito importante que a discussão sobre a conjuntura nos diretórios, núcleos e mandatos do partido seja retomada e ampliada com o vigor necessário. Nosso objetivo é fortalecer a capacidade de leitura, interpretação, elaboração de nossos/as militantes, filiados e filiadas, contribuindo para uma forte ofensiva política voltada ao diálogo com a sociedade e à ação política do PT em cada lugar.  

Para isso, a Escola Nacional de Formação do PT está produzindo o “Em Pauta Conjuntura”, que apresenta roteiros para leitura de artigos divulgados no portal do PT Nacional, no Portal da Fundação Perseu Abramo, no site da liderança da bancada do PT na Câmara Federal, no site do PT no Senado, no portal do Instituto Lula e em portais e blogs de esquerda e progressistas, sempre que os artigos contribuírem para a compreensão de temas importantes para o País em coerência com a política do PT. O boletim será diário e distribuído pela Secretaria Nacional de Organização.

Com estas ações, podemos criar um ambiente ideal para ampliarmos a nossa mobilização em cada cidade do Brasil. Esta é uma vantagem que nenhum outro partido possui. Precisamos trazer os nossos mais de 1,7 milhão de filiados e filiadas para a disputa política.

Clique aqui e confira as orientações e o roteiro para a realização dos debates!

 

Em Pauta Conjuntura: Swissleaks

1. Folha de SP se nega a fornecer lista do HSBC

O jornalista Fernando Rodrigues, da Folha de São Paulo, se negou a entregar a lista completa dos nomes do escândalo do HSBC.

A lista, que contém inclusive o nome do dono do jornal Folha de São Paulo, está sendo divulgada a conta gotas, pelo jornal.  O presidente da CPI, senador Paulo Rocha (PT-BA), rebateu Fernando Rodrigues diante da sua recusa. Rocha afirmou que não tem problema ele negar a lista, porque a presidência da comissão tem “a responsabilidade e a obrigação” de requerer a relação, independente da vontade dele e do critério da associação internacional de jornalistas investigativos para dar publicidade a tais nomes.

A suspeita é que está sendo feito um vazamento seletivo dos nomes, de modo a privilegiar setores conservadores da sociedade.

Leia o artigo do Coversa Afiada.

 

2. Ex-tesoureiro de José Serra cai na lista do HSBC

Ainda sobre o escândalo do HSBC (Swissleaks) um dos nomes que foi descoberto na lista é o do empresário Márcio Fortes, ex-tesoureiro de José Serra.

A lista do HSBC contém mais de 8 mil nomes de brasileiros que podem estar envolvidos em evasão fiscal.

Confira na Revista Fórum.

 

3. Petroleiros processam corruptos da Petrobras

A Federação Única dos Petroleiros, a FUP, ingressou com uma ação de responsabilidade civil contra o ex-diretor de Abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa, e o ex-gerente de Serviços, Pedro Barusco, por danos morais coletivos causados aos trabalhadores.

O processo é importante para mostrar à sociedade que não são os trabalhadores da estatal que devem ser criminalizados, nem a Petrobras está comprometida com ilícitos.

A reportagem está no Brasil 247.

 

4. OAB e CNBB pedem retomada do julgamento sobre doações de empresas para partidos

Julgamento foi interrompido em abril do ano passado, por um pedido de vista do ministro Gilmar Mendes, quando o placar estava seis votos a um.

O pedido de vista é uma prerrogativa jurídica dada aos ministros do STF para que possam estudar o caso antes de apresentarem seus votos. O problema é que o regimento interno prevê no máximo 30 dias para isso e Gilmar Mendes segura o processo há quase 1 ano.

Veja no site Rede Brasil Atual.

 

5. Advogados pedem à PGR investigação contra Aécio Neves

O Sindicato dos Advogados de São Paulo (SASP) enviou à Procuradoria-Geral da República (PGR), nesta quinta-feira (26), uma petição para que o senador Aécio Neves (PSDB),  citado nas investigações da Operação Lava Jato, seja investigado por ter, supostamente, recebido dinheiro ilícito, conforme delações premiadas do doleiro Alberto Youssef.

O senador Aécio Neves teria contratado a empresa Bauruense, que pagaria valores mensais entre US$ 100 mil e US$ 120 mil a políticos durante o período de 1994 a 2001.

A nota está no site do PT.

 

6. Governo Dilma recebe apoio de governadores do NE

Em encontro com nove governadores do Nordeste no Palácio do Planalto, nesta quarta-feira (25), a presidenta Dilma Rousseff recebeu uma carta com manifestações de solidariedade.

Os governadores também entregaram uma série de reivindicações à Presidenta.

Confira o artigo no site do PT.

 

7.  CUT dá apoio público à greve dos professores estaduais de São Paulo

CUT-SP, em nota oficial, condena intransigência e crueldade do governo Alckmin, que não negocia e ainda fechou mais de 3 mil salas. Na última manifestação, a APEOSP (organização sindical dos professores estaduais) reuniu cerca de 50 mil professores na avenida Paulista, em São Paulo.

Saiba qual é a situação dos professores, lendo a matéria da CUT.

 

8. Psicólogos manifestam-se contra a redução da maioridade penal

O Conselho Regional de Psicologia de São Paulo se posicionou oficialmente contra a redução da maioridade penal, que tramita no Congresso (PEC 171).

A propostas, segundo o CRP, é um retrocesso ao ECA.

Leia a matéria dos Jornalistas Livres sobre o tema.