s

Para acessar a área restrita use suas credenciais da Área PT

 Login

Em Pauta Conjuntura: Petrobras

A presidenta Dilma Rousseff se reuniu, no último domingo (27), com o casal Bill e Melinda Gates no hotel em que estava hospedada, em Nova York. Ela estava na cidade americana para participar da Assembleia Geral da ONU.

Durante o encontro, Bill Gates pediu desculpas “pelo constrangimento” causado pelos boatos divulgados de que a fundação que leva seu nome estaria processando a Petrobras para recuperar valores perdidos com ações da empresa. A informação, desmentida por Gates, foi divulgada por vários veículos de comunicação.

Haverá ainda esta semana duas manifestações em defesa da indústria naval brasileira no dia 2 de outubro. A Confederação Nacional dos Metalúrgicos (CNM-CUT) e a Federação Única dos Petroleiros (FUP) farão os atos serão, que serão realizados em Rio Grande (RS) e em Niterói (RJ), onde o ex-presidente Lula estará presente. Os atos também serão realizados em defesa da Petrobras e do atual modelo de partilha do pré-sal, ameaçado por projetos que tramitam no Congresso, defendidos pelo PSDB e DEM e destinado a favorecer as empresas estrangeiras de petróleo.

A operação Lava Jato, sob pretexto da necessária luta contra a corrupção, está promovendo um desmonte das grandes empresas nacionais de engenharia, é o que denuncia a Federação Interestadual de Sindicatos de Engenheiros.

 

Confira outros destaques:

1. Em rede nacional, PT questiona oportunismo da oposição

O Partido dos Trabalhadores exibiu, na terça-feira (29), duas inserções em rede nacional de rádio e televisão. As mensagens tinham por objetivo dialogar com os brasileiros e alertar sobre a atuação da oposição, que age na base do “quanto pior, melhor”. Confira!

2. Senadora desabafa: mídia acusa e julga, mas não abre espaço para a defesa

“A decisão do STF de desmembrar processos que não tinham relação com as denúncias envolvendo a Petrobras, o processo da Lava Jato, teve uma repercussão enorme durante a semana.

A maior crítica é de que a fornalha estava sendo acesa para fazer a pizza, para impedir o juiz Sérgio Moro de atuar, apurar e punir envolvidos em possíveis casos de corrupção”. Leia o artigo completo da senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR)

3. Mulheres são protagonistas do processo de inclusão social no País, diz Dilma

Durante encontro de líderes globais sobre igualdade de gênero e empoderamento das mulheres, nas Nações Unidas, neste domingo (27), a presidenta Dilma Rousseff destacou as ações do governo brasileiro na construção de políticas de igualdade de gênero nas mais diversas dimensões: trabalho, educação, combate à violência e legislação, entre outras.

A presidenta ressaltou que tem sido um esforço contínuo do governo a construção da igualdade de gênero, com empoderamento da mulher e com a ampliação de seus direitos.

4. Principal trava para maior presença da mulher na política está nos partidos

Aníbal Diniz retoma nesta semana uma das principais bandeiras de seu mandato: a defesa pela maior participação das mulheres na política brasileira. Em seu texto, o ex-senador do PT do Acre apresenta os números de recente pesquisa realizada pelo Senado – e conclui: a estrutura dos partidos políticos do Brasil é o grande obstáculo para que as mulheres consigam um lugar ao sol nas disputas eleitorais.

5. Ministro Nelson Barbosa explica ao GGN a lógica do ajuste

O maior desafio do governo é a reconstrução da base política. Toda a engenharia de redução dos Ministério e reforma ministerial obedece à matemática política: quantos votos valem.

A entrada de Ricardo Berzoini nas negociações, mais o papel discreto e eficiente do assessor presidencial Giles Azevedo, registraram os primeiros ganhos políticos do governo em muito tempo.

6. Para não esquecer a operação Zelotes

“Daqui a 50 anos, os livros de História descreverão 2015 como um dos anos mais conturbados da história republicana brasileira, mas vamos torcer para não ter que esperar pela arqueologia histórica para desencavar alguns dos mistérios mais intrigantes da Operação Zelotes. Alguns, aliás, já começam a ser esquecidos, tais são o ritmo e a quantidade de fatos”. Confira!

7. Documento da Fundação Perseu Abramo traz projeto de desenvolvimento

Com a participação de mais de uma centena de especialistas, o documento “Por um Brasil justo e democrático” foi lançado em São Paulo na segunda (28), às 15h, e debatido nas cinco regiões do Brasil. Baixe os documentos.

8. O que é, afinal, a Frente Brasil Popular?

No último dia 5 de setembro, em Belo Horizonte, 2,5 mil delegados vindos de 21 estados e do Distrito Federal lançaram uma nova coalizão, agrupando movimentos sociais, sindicatos, partidos políticos e personalidades. Estavam presentes entidades tradicionais, como a CUT, o MST e a UNE, ao lado de PT e PCdoB, entre outras legendas.

Inúmeras outras organizações se somaram a este evento multicolorido que aglutinou os mais importantes destacamentos da mobilização popular por direitos sociais e civis.

Confira o Manifesto da Frente Brasil Popular no site do PT.

No próximo dia 03 de outubro, a Frente Brasil Popular realizará atos em todo o Brasil em defesa da Petrobras e da democracia. Confira aqui as informações sobre o ato.