s

Para acessar a área restrita use suas credenciais da Área PT

 Login

Em Pauta Conjuntura: Operação Zelotes

 

A Secretaria Nacional de Organização e a Escola Nacional de Formação estão convocando um amplo processo de debate pré-congressual a respeito dos temas da conjuntura atual, para preparar a nossa militância para as Etapas Municipais e Estaduais do 5º Congresso e para a ação política de todos os Diretórios Municipais, Estaduais e de todos os setoriais do PT.

Neste momento, em que diferentes setores da direita brasileira, por meio de métodos autoritários e golpistas, afrontam a democracia e o Estado de Direito, desqualificam a atividade política para continuar beneficiando uma elite social que favorece os interesses dos grandes rentistas, atacam frontalmente o governo da presidenta Dilma, que venceu as eleições livres com 52% dos votos, é muito importante que a discussão sobre a conjuntura nos diretórios, núcleos e mandatos do partido seja retomada e ampliada com o vigor necessário. Nosso objetivo é fortalecer a capacidade de leitura, interpretação, elaboração de nossos/as militantes, filiados e filiadas, contribuindo para uma forte ofensiva política voltada ao diálogo com a sociedade e à ação política do PT em cada lugar.  

Para isso, a Escola Nacional de Formação do PT está produzindo o “Em Pauta Conjuntura”, que apresenta roteiros para leitura de artigos divulgados no portal do PT Nacional, no Portal da Fundação Perseu Abramo, no site da liderança da bancada do PT na Câmara Federal, no site do PT no Senado, no portal do Instituto Lula e em portais e blogs de esquerda e progressistas, sempre que os artigos contribuírem para a compreensão de temas importantes para o País em coerência com a política do PT. O boletim será diário e distribuído pela Secretaria Nacional de Organização e pela Secretaria Nacional de Movimentos Populares.

Com estas ações, podemos criar um ambiente ideal para ampliarmos a nossa mobilização em cada cidade do Brasil. Esta é uma vantagem que nenhum outro partido possui. Precisamos trazer os nossos mais de 1,7 milhão de filiados e filiadas para a disputa política.

Clique aqui e confira as orientações e o roteiro para a realização dos debates!

—————————————————————

1) Dilma fala com blogueiros
A Presidenta Dilma deu entrevista no começo de abril a alguns blogueiros e falou sobre a situação econômica do país. Confira como foi.

2) Mercado reage e gera 19.282 empregos com carteira assinada em março
O mercado formal de trabalho gerou, em março, 19.282 empregos com carteira assinada, um crescimento de 0,05% em relação ao mês anterior. Os dados são do Cadastro-Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados pelo ministro do Trabalho e Emprego (MTE), Manoel Dias, na quinta-feira (23). Saiba os motivos desta recuperação.

3) Imagem errada da cunhada de Vaccari simboliza uma investigação feita sem isenção
É certo que o juiz Sérgio Moro, que autorizou a prisão de Marice Correa Lima, a cunhada do tesoureiro do PT João Vaccari Neto, ficou devendo um pedido formal de desculpas a prisioneira. Marice ficou presa por 6 dias, em Curitiba, sem que houvesse um fiapo de prova contra ela. Leia o excelente artigo de Paulo Moreira Leite.

4) Operação Zelotes completa um mês com pouco destaque na mídia
Valor movimentado em esquema que envolve o Carf ultrapassa desvios da Operação Lava Jato. Saiba do que se trata e os motivos para a imprensa esconder isso de você.

5) PL 4330 subiu no telhado
Rejeitado pelos sindicatos e derrotado na prova dos números, projeto de terceirização pode se transformar no vexame político do ano. Confira o que muda no trâmite do projeto, na reportagem de Paulo Moreira Leite.

6) Diante de repercussão negativa da votação, senadores querem mudar teor do PL 4.330
Vários parlamentares dizem que vão trabalhar para derrubar projeto aprovado e tirar terceirização de atividade-fim do texto. Cunha lembrou que matéria retornará para a Câmara. Saiba quais senadores se colocam contrários ao projeto.

7) CPI: Empresário derruba tese do Ministério Público de que doações ao PT foram ilegais
O empresário Augusto Mendonça Neto, da Setal Óleo e Gás, uma das empresas investigadas pela Operação Lava Jato, afirmou nesta quinta-feira (23), em depoimento à CPI da Petrobras, que as doações que ele fez ao Partido dos Trabalhadores foram legais e estão registradas na contabilidade da sua empresa. Conheça o teor do depoimento do empresário na CPI.

8) Guimarães acredita que Petrobras inicia novo capítulo com publicação do balanço
O líder do governo na Câmara, deputado José Guimarães (PT-CE), considera que, com a divulgação de seu balanço auditado, a Petrobras começa “um novo momento no cenário econômico do País e do mundo”. Entenda o que mudou.

9) Para Luiz Gonzaga Belluzzo, Petrobras ‘tem futuro promissor’ com atual regime
‘Não tem que derrubar partilha coisa nenhuma, tem que manter, é um regime que na verdade premia a Petrobras pelas descobertas e pelo avanço tecnológico’, diz economista. Veja como o modelo de Partilha beneficia a Petrobras.

10) ‘Será que só a Petrobras?’, questiona Ricardo Berzoini
Na notícia, o ministro das Comunicações, Ricardo Berzoini, afirma que o caso da Petrobras é decorrente de “um sistema de corrupção que opera há muito tempo e que busca, de tempos em tempos, se aproximar de agentes políticos para os seus objetivos” e questiona se isso só acontece mesmo na Petrobras, ou se grandes estatais  estaduais de governos de outros partidos também não estiveram envolvidas nisso.

11) CNBB critica terceirização, redução da maioridade e ajuste fiscal
Em nota que encerra sua 53ª Assembleia Geral, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) manifestou preocupação com o ajuste fiscal, com o projeto de lei 4330, que libera as terceirizações em toda a cadeia produtiva e não poupou críticas a pautas conservadoras do Congresso, como a redução da maioridade penal e a PEC 215, que tira do Executivo a prerrogativa de demarcar terras indígenas. Confira a notícia completa aqui.

12) Numa democracia, quem manda é o povo — e não os juízes
No artigo, Mauro Santayana destaca que, no contexto da Operação Lava Jato, centenas de trabalhadores e milhares de empresas já estão perdendo seus empregos e arriscando-se a ir à falência, porque o Ministério Público, no lugar de separar o joio do trigo, com foco na punição dos corruptos e na recuperação do dinheiro – e de estancar a extensão das consequências negativas do assalto à Petrobras para o restante da população – age como se preferisse maximizá-las, anunciando, ainda antes do término das investigações em curso, a intenção de impor multas punitivas bilionárias às companhias envolvidas, da ordem de dez vezes o prejuízo efetivamente comprovado.

13) Exploração sexual e álcool: as consequências desastrosas da redução da maioridade penal
Para o advogado Ariel de Castro Alves, a redução da maioridade penal traria impactos em outras áreas, como no aumento do consumo de drogas ilícitas, por exemplo, ou o crime de exploração sexual, já que com 16 anos o jovem deixaria de ser ‘vulnerável’. Leia a notícia na íntegra aqui.

14) Saúde pública: saiba qual é o papel do presidente, do governador e do prefeito
Para não deixar se levar por falsas promessas de políticos em época de eleições, veja, nesta notícia, como funciona o sistema de saúde público no país e quem responde pela oferta de serviços e atendimento da população nessa área.

15) Parlamentares lançam iniciativa para fazer do Brasil um país de leitores
Com a intenção de aprovar ações e políticas públicas que garantam à população o acesso aos livros e a bibliotecas, parlamentares lançaram a Frente Parlamentar Mista em Defesa do Livro, da Leitura e da Biblioteca. Entre as prioridades da Frente, estão acompanhar a política governamental direcionada à preservação e incentivo da produção literária, discutir o papel estratégico da biblioteca no acesso à leitura e defender a aprovação de medidas legislativas de interesse ligadas à área de leitura e à produção de obras literárias. Leia mais aqui.

16) Deputado quer explicações do PSDB e de Alckmin sobre pagamento a blogueiro para atacar PT
A notícia traz a informação de que o deputado Zé Geraldo (PT-PA) pediu explicação, em plenário, ao PSDB e ao Governador Geraldo Alckmin sobre o pagamento de R$ 70 mil por mês ao blogueiro Fernando Gouveia para distribuir ofensas ao PT e à Presidenta Dilma Rousseff.

Clique aqui e confira outros conteúdos do Em Pauta Conjuntura!