s

Para acessar a área restrita use suas credenciais da Área PT

 Login

Em Pauta Conjuntura: Cunha continua no poder

O Diretório Nacional do PT em São Paulo foi alvo de um atentado, na última quinta-feira (30). Um dos agressores foi preso depois de dar marretadas na fachada de vidro. Mesmo assim, foi liberado pela Polícia Militar e voltou à sede, tentando arremessar um “coquetel molotov”, quando foi preso novamente.
O presidente do PT, Rui Falcão, afirmou que o ato foi provocado por essa onda de intolerância que é estimulada pela grande mídia, inclusive”.

Já o ex-Presidente Lula lamentou, por meio de nota, os atos de violência. “Não podemos admitir que as diferenças políticas se transformem em violência”, afirmou Lula.

Em relação às eleições municipais, em São Paulo, Luís Nassif denunciou a tentativa de implicar Haddad na Lava Jato. Segundo o jornalista, a grande mídia quer deixar o debate federal para implicar as candidaturas à esquerda, devido ao processo eleitoral deste ano. Nassif classificou como mal sucedida a acusação contra Haddad.

A situação de Eduardo Cunha segue cada dia mais complicada, com o avanço do processo de cassação na Câmara dos Deputados e das investigações na operação Lava Jato. Mas nada disso parece ser capaz de enfraquecer o aliado de Temer. O deputado federal Wadih Damous (PT-RJ) afirmou que “Mesmo proibido de circular pela Câmara, Cunha continua promovendo encontros clandestinos e com o beneplácito de Temer para se salvar”.

O portal “Diário do Centro do Mundo” fez uma análise sobre a última pesquisa IBOPE a respeito do governo usurpador. Com a manchete “A principal conclusão do novo Ibope: Temer tem que sair já”, o artigo analisa a falta de apoio popular do governo, mesmo com todo apoio da mídia empresarial brasileira.

Ainda no mesmo tema, o “Carta Maior” fez um editorial avaliando a situação econômica do governo Temer. Sob o título “A desintegração do mundo neoliberal: o piloto do golpe sumiu”, o portal faz uma série de críticas a respeito da condução econômica neoliberal comandada pelo PMDB e José Serra.

Agenda

A ENFPT segue com os cursos de formação para Pré-Candidatos(as) às eleições 2016, confira as próximas datas:

  • 30 de junho – Acre (Mâncio Lima)
  • 1 e 2 de julho – Pará (Santarém)
  • 2 de julho – Acre (Rio Branco)
  • 2 de julho – Minas Gerais (Coronel Fabriciano)
  • 2 de julho – Minas Gerais (Montes Claros)
  • 8 e 9 de julho – Mato Grosso do Sul (Campo Grande)
  • 8 e 9 de julho – Pará (Marabá)
  • 8 e 9 de julho – Pará (Belém)
  • 8 e 9 de julho – Rio Grande do Norte
  • 15 e 16 julho – Espírito Santo (Vitória)
  • 15 e 16 de julho – Rondônia (Porto Velho)
  • 16 e 17 de julho – Mato Grosso (Cuiabá)
  • 16 e 17 de julho – Sergipe (Aracajú)
  • 22 e 23 de julho – Rondônia (Cacoal)
  • 23 e 24 de julho – Pernambuco (Recife)

As inscrições devem ser feitas nos Diretórios Estaduais.