s

Para acessar a área restrita use suas credenciais da Área PT

 Login

Em Pauta Conjuntura: Contra o golpe, por mais democracia

Quase 200 mil brasileiros saíram às ruas em 25 estados e no Distrito Federal, na quinta-feira (20), para defender direitos, a liberdade e a democracia. As cidades com o maior número de participantes foram São Paulo, com 100 mil; Rio de Janeiro, 50 mil; e Fortaleza, com mais de 20 mil pessoas.

Os atos foram convocados por mais de 30 movimentos sociais da cidade e do campo, como a Central Única dos Trabalhadores (CUT), o Movimentos dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) e a União Nacional dos Estudantes (UNE).

As manifestações foram marcadas pela alegria de seus participantes que foram às ruas para pedir a consolidação da democracia e alertar a população brasileira para o risco que a tentativa de golpe orquestrada pela oposição e setores da mídia representa ao Estado democrático construído à custa de muita luta e muitas vidas.

Ao mesmo tempo em que ocorriam os atos públicos, o governo intensificava as articulações com políticos e empresários em torno de um pacto de governabilidade contra a proposta de impeachment que PSDB e DEM voltaram a desfraldar depois dos protestos de domingo. O presidente do PT, Rui Falcão, afirmou, em entrevista, que o ex-presidente Fernando Henrique não tem autoridade para cobrar a renúncia da presidente Dilma, por ter quebrado o país três vezes e cometido estelionato eleitoral-cambial.

Além das manifestações e do empenho do governo, a presidente da Argentina, Cristina Kirchner, defendeu a presidente Dilma Rousseff durante pronunciamento em rede nacional de rádio e TV em seu país. “O que está acontecendo em outros países da região, como o Brasil, é o que ocorreu na Argentina”, disse, referindo-se aos protestos contra seu governo em 2011. “Olhem o que estão fazendo com a Dilma”, afirmou.

Confira outros destaques:

1. Ministro diz que PT vai questionar no TSE pedido de investigação das contas de 2014
A decisão do ministro Gilmar Mendes de pedir que a Procuradoria-Geral da República (PGR) e a Polícia Federal investiguem eventuais crimes cometidos na prestação de contas do PT na campanha presidencial de 2014 será devidamente questionada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), informou, por meio de nota, o ministro da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, Edinho Silva. Leia mais aqui.

2. Nova etapa de integração do São Francisco é “cala a boca” na oposição, diz Guimarães
A presidenta Dilma Rousseff entregou nesta sexta-feira (21) a primeira Estação de Bombeamento (EBI-1) do Eixo Norte do Projeto de Integração do Rio São Francisco (PISF). A estrutura levará a água por 45,9 quilômetros até o reservatório de Terra Nova, localizado em Cabrobó (PE). Com isso, o PISF chega a 77,8% das obras concluídas. O investimento nesse trecho é de R$ 625 milhões. Leia mais aqui.

3. Dilma e Merkel inauguram negociações com reuniões bilaterais por setor
No encontro entre a presidenta Dilma e a chanceler Angela Merkel foi inaugurado um novo mecanismo de negociação, estabelecendo que a cada dois anos vão ocorrer reuniões presidenciais e ministeriais, abrindo espaço, inclusive, para que diversos temas da agenda bilateral e global, como meio ambiente e a reforma da Organização das Nações Unidas, sejam discutidos. Leia mais aqui.

4. Pré-sal pode garantir até R$ 125 bi anuais ao Brasil
O dinheiro que o pré-sal vai começar a garantir aos cofres da União no próximo ano (2016) poderá alcançar de R$ 15 bilhões até R$ 125 bilhões anuais dentro de pouco mais de 10 anos (2026), nos cenários de 300 mil ou 700 mil barris diários de produção, estimados pela diretoria da Pré-sal Petróleo S/A. Esse pico de produção da camada pré-sal, localizada entre a costa do Espírito Santo e Santa Catarina, deve perdurar por cinco anos, até 2030. Leia mais aqui.

5. Senado deve engavetar redução da maioridade penal proposta pela Câmara
Depois da aprovação pelo plenário da Câmara dos Deputados, na última semana, da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 171/93 que reduz, em alguns casos, a maioridade penal de 18 para 16 anos, a responsabilidade por levar a discussão adiante está com os senadores, que precisam submeter o texto a dois turnos de votação. A tarefa, no entanto, encontrará barreiras. Após o resultado da Câmara, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), voltou a dizer que pessoalmente é contrário a proposta. Leia mais aqui.

6. Gaspari arrasa FHC e Aécio pela blindagem a Cunha
O jornalista e escritor Elio Gaspari critica duramente, em sua coluna deste domingo 22, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e o presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves (MG), pela reação diante da denúncia contra o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), por corrupção e lavagem de dinheiro. Ele destaca que, para os tucanos, a presidente Dilma Rousseff, que sequer foi denunciada, precisa renunciar, enquanto Cunha vem sendo blindado. Leia mais aqui.

Clique aqui e confira outros conteúdos do Em Pauta Conjuntura!

———————————————————————–
Orientações e roteiro para o debate do Em Pauta Conjuntura

A Secretaria Nacional de Organização e a Escola Nacional de Formação estão convocando um amplo processo de debate a respeito dos temas da conjuntura atual, para preparar a nossa militância para a ação política de todos os Diretórios Municipais, Estaduais e de todos os setoriais do PT.

Neste momento, em que diferentes setores da direita brasileira, por meio de métodos autoritários e golpistas, afrontam a democracia e o Estado de Direito, desqualificam a atividade política para continuar beneficiando uma elite social que favorece os interesses dos grandes rentistas, atacam frontalmente o governo da presidenta Dilma, que venceu as eleições livres com 52% dos votos, é muito importante que a discussão sobre a conjuntura nos diretórios, núcleos e mandatos do partido seja retomada e ampliada com o vigor necessário. Nosso objetivo é fortalecer a capacidade de leitura, interpretação, elaboração de nossos/as militantes, filiados e filiadas, contribuindo para uma forte ofensiva política voltada ao diálogo com a sociedade e à ação política do PT em cada lugar.

Para isso, a Escola Nacional de Formação do PT está produzindo o “Em Pauta Conjuntura”, que apresenta roteiros para leitura de artigos divulgados no portal do PT Nacional, no Portal da Fundação Perseu Abramo, no site da liderança da bancada do PT na Câmara Federal, no site do PT no Senado, no portal do Instituto Lula e em portais e blogs de esquerda e progressistas, sempre que os artigos contribuírem para a compreensão de temas importantes para o País em coerência com a política do PT. O boletim será distribuído pela Secretaria Nacional de Organização e pela Secretaria Nacional de Movimentos Populares.

Com estas ações, podemos criar um ambiente ideal para ampliarmos a nossa mobilização em cada cidade do Brasil. Esta é uma vantagem que nenhum outro partido possui. Precisamos trazer os nossos mais de 1,7 milhão de filiados e filiadas para a disputa política.

Clique aqui e confira as orientações e o roteiro para a realização dos debates!