s

Para acessar a área restrita use suas credenciais da Área PT

 Login

O PT concebe o desenvolvimento sustentável como sendo a articulação do desenvolvimento social, ambiental, econômico, cultural, político e ético, na perspectiva da preservação da vida e dos recursos naturais para as gerações atuais e futuras. Signi!ca dizer que os ganhos e benefícios do desenvolvimento econômico devem ser apropriados por toda a população e não devem acarretar o desequilíbrio ecológico, ambiental ou destruir os recursos naturais.

Nesta seção, a ENFPT vai apresentar conteúdos importantes sobre esta temática:

Rio+20: Dilma pede compromisso de todos os países

“Não consideramos que o respeito ao meio ambiente só se dá em fase de expansão do ciclo econômico. Pelo contrário, um posicionamento pró-crescimento, de preservar e conservar, é intrínseco à concepção de desenvolvimento, sobretudo diante das crises”, afirmou Dilma.

Rio+20: Confira a programação da FPA na Cúpula dos Povos

A Fundação Perseu Abramo (FPA) estará presente na Cúpula dos Povos com a Tenda Milton Santos, um espaço para debates e atividades compartilhado com o Foro de São Paulo (FSP), a Fundação Friedrich Ebert (FES) e a Fundação Maurício Grabois (FMG).

Colocar a questão urbana na agenda nacional

Por Ermínia Maricato
As cidades fornecem destaques diários para a mídia escrita, falada e televisionada. A questão urbana ocupa espaço prioritário na agenda política nacional. Certo?

Mesquita aceita o desafio da coleta seletiva

A cidade tem papel relevante na difusão de práticas sustentáveis para outros municípios, especialmente os vizinhos, por estar situada no miolo da Baixada Fluminense, Região Metropolitana do Rio de Janeiro.

Rio+20: o roteiro de Ladislau Dowbor

Um guia de leituras para compreender os encontros, seu contexto e os caminhos para a sustentabilidade sócio-ambiental — inclusive no Brasil.
(Fonte: Outras Palavras)

Por uma agenda de juventude na Rio+20

Esse processo de mobilização de governos e sociedade pela sustentabilidade também tem alcançado gestores, movimentos e redes de juventude, apontando para uma grande intervenção dos jovens na conferência e na Cúpula dos Povos.

Desenvolvimento Sustentável e Erradicação da Miséria pela ótica do Movimento Negro

CARTA DO RIO DE JANEIRO
Desenvolvimento Sustentável e Erradicação da Miséria pela ótica do Movimento Negro Reunidos no seminário “Desenvolvimento Sustentável e Erradicação da Pobreza pela ótica do Movimento Negro”, preparatório para a Conferência Rio + 20, realizado nos dias 28 e 29 de abril no Rio de Janeiro, nós do Movimento Negro brasileiro declaramos que envidaremos todos os esforços necessários em defesa do povo negro, dos povos indígenas e dos povos vítimas do racismo, discriminação racial, xenofobia e diversas formas de opressão e intolerâncias.

Clique aqui para continuar lendo no portal da Fundação Perseu Abramo. (publicado em 3/5/2012)