Presidenta Dilma Rousseff (Foto: Roberto Stuckert Filho/PR)

Publicado originalmente em Blogo do Planalto

Publicado no site do PT em 18/08/2013




Na última semana, Dilma anunciou o programa Mulher, Viver Sem Violência, que vai construir, em cada estado do país, a Casa da Mulher Brasileira, que vai integrar, em um único espaço, todos os serviços de apoio às mulheres.

“Saibam que o meu governo está trabalhando para apoiar e proteger as mulheres da violência. Por isso, eu quero pedir às mulheres que não deixem de denunciar qualquer ameaça, qualquer gesto de violência, porque gesto de violência contra a mulher é gesto de violência contra a sociedade. (…) Se você sabe de um caso de violência doméstica no seu bairro, ligue para o 180. Você não precisa se identificar e esse telefonema pode salvar a vida de uma mulher e vai transformar para melhor a nossa sociedade”, recomendou.

Com a Casa da Mulher Brasileira, que será construída na capital dos 26 estados e no Distrito Federal, serviços como delegacia especializada, defensoria pública, juizado especial de violência doméstica, equipes de psicólogos e de assistentes sociais, além de alojamento provisório e brinquedoteca para as crianças ficarem enquanto a mãe está sendo atendida.

“Nós vamos construir essa casa, Luciano, em todos os estados do país, nos 26 estados e aqui no Distrito Federal. A Casa vai ser um lugar de acolhimento, de apoio, um ponto de referência onde as pessoas sabem que podem ir para serem atendidas, protegidas e também é um início para quem, muitas vezes, precisa de recomeçar a vida. Vai ser uma casa, portanto, de abrigo e de proteção, mas também uma casa de luta. Vai combinar a luta contra a violência e todo o incentivo e a proteção para a mulher ter mais autonomia”, defendeu.

Confira a íntegra do programa

Baixe a qui o arquivo mp3