Publicado em 21/06/2012

Por Reiko Miura | Comunicação FPA
 
Realizado no dia 19/6, na Cúpula dos Povos, e promovido pelas fundações Perseu Abramo e Maurício Grabois, o debate “Os movimentos sociais e o desenvolvimento inclusivo com democracia e soberania nacional” tratou do esgotamento do modelo neoliberal, numa análise do momento de crise internacional em que é realizada a Rio+20. O evento reuniu o secretário Nacional de Movimentos Sociais do PT, Renato Simões; a secretária Nacional de Comunicação da CUT, Rosane Bertotti; o secretário Nacional de Meio Ambiente do PCdoB, Aldo Arantes; o diretor da CTB, Joilson Cardoso; e o presidente da UNE, Daniel Iliesco. A mesa foi coordenada por Iole Ilíada e Adalberto Monteiro.
 

Os expositores foram unânimes ao reafirmar que não existe perspectiva de desenvolvimento sem inclusão social, enfatizando a importância da distribuição de renda e do combate à exclusão social. A participação dos movimentos populares também foi destacada como fundamental no processo de desenvolvimento com sustentabilidade pelos representantes da CUT, da CTB, da UNE e dos representantes dos setoriais do PT e do PCdoB. 

Querem colocar um band-aid verde na crise.

Clique aqui para continuar a ler o artigo no Portal da Fundação Perseu Abramo.