s

Para acessar a área restrita use suas credenciais da Área PT

 Login

Conferência Nacional

A Conferência Nacional 'Paulo Freire' de Formação e Educação Política do PT tem o objetivo de debater sobre o Sistema Nacional de Formação Política do PT: discutir seus objetivos, papéis e concepções pedagógicas e será lançada no dia 20 de Março.

Todas as etapas da Conferência estão previstar para serem online.

Etapas Zonais ou Municipais

Quando: entre maio e julho
Objetivo: discutem os desafios da Formação Política no território e propostas para o texto base da Conferência. Também formam os Núcleos de Vivências, Estudos e Lutas onde atuam os Educadores Militantes.

Etapas Livres

Quando: entre maio e agosto
Objetivo: Encontros, Seminários das Secretarias Nacionais, das Coordenações Setoriais ou também organizadas livremente por militantes petistas, elas debatem os seus desafios de Formação e também contribuem para o texto base.

Etapas Estaduais

Quando: em julho e agosto
Objetivo: também discutem os desafios da Formação Política no Estado, recompõem os Coletivos Estaduais de Formação e contribuem para o texto base da Conferência.

Etapa Nacional

Quando: em setembro
Objetivo: dividia em dois finais de semana, o primeiro dedicado aos grupos de trabalhos e o segundo a plenária final para deliberações sobre o texto base. A primeira versão do texto base da Conferência será divulgada em abril e será atualizado conforme as contribuições das etapas.

A Conferência Nacional leva o nome do companheiro Paulo Freire.

Com isso, temos dois objetivos: consolidar a pedagogia freiriana na Formação Política do PT e mobilizar a militância petista para as atividades da Campanha em Defesa do Legado de Paulo Freire e nas comemorações do seu centenário.

Desafios:

N

Ter um desenho pedagógico que incentive a participação no debate nacional e a análise da realidade local.

N

Ter um processo que construa os Núcleos de Vivências, Estudos e Lutas.

N

Ter critérios de representação em cada etapa.

N

Definir como funcionariam os processos de representação realizados de maneira online.

N

Elaborar roteiros metodológicos coerentes com a pedagogia freiriana para a realização das etapas.

Núcleos de Vivências, Estudos e Lutas

Os Núcleos de Vivências, Estudos e Lutas atuam como estrutura permanente de encontro, acolhimento, debate, formação, vivência política e organização das lutas nos territórios. Eles acolhem todas/os os militantes petistas que quiserem contribuir ou participar dos processos de educação política do PT.

Os Núcleos podem surgir pela iniciativa de grupos militantes, da ação das/os Educadores/as Militantes, das direções zonais ou das municipais.

As etapas municipais ou zonais da Conferência Nacional também devem deixar como resultado a organização dos Núcleos de Vivências, Estudos e Lutas.

Desafios:

N

Construir metodologias, ações políticas e formações que mantenham os Núcleos em funcionamento.

N

Construir os Núcleos como espaço de acolhimento da militância petista.

N

Manter o funcionamento dos Núcleos em tempo de pandemia e distanciamento social.

N

Envolver a/o Educador/a Militante na construção e manutenção dos Núcleos.

Jornadas de Formação para as/os Educadoras/es Militantes

Educador/a Militante

As/os Educadoras/es Militantes terão as tarefas de apoiar o funcionamento dos Núcleos de Vivências, Estudos e Lutas e contribuir com a organização da etapa zonal ou municipal da Conferência Nacional.

A formação das/os Educadoras/os Militantes envolve, temas como: o PT e a Estratégia Socialista, Análise de Realidade, Concepção da Educação Freireana, Metodologia do Trabalho de Base, Princípios Éticos e Comunicação digital.

As atividades das Jornadas de Formação para as/os Educadoras/os Militantes acontecem via Curso, Oficinas online e aulas ao vivo (lives) pelas redes do PT.

As inscrições para a primeira Jornada acontecem entre 20 de março e 04 de abril e as atividades entre abril e maio.

Desafios:

N

Mobilizar a militância para se inscrever e participar.

N

Organizar buscas ativas para convidar Educadoras/es militantes.

N

Construir metodologias que já tragam na prática o que queremos de pedagogia de funcionamento dos Núcleos.

N

Organizar novas Jornadas que permitam a participação de militantes que não se inscreverem na primeira Jornada.

N

Organizar novas formações e temas para as/os Educadoras/es que já começarem a atuar nos territórios.

Atualização Cadastral

Um dos objetivos das atividades da Formação é fortalecer a organização do Partido. Para se inscrever como Educador/a Militante e/ou participante da Conferência a pessoa vai atualizar seus dados através de um cadastro conjunto feito em parceria com a SORG.

Cronograma previsto:

25 de fevereiro Instalação do Grupo de Trabalho da Conferência/Núcleos/Educador/a.
27 de fevereiro Reunião com as Secretarias Estaduais de Formação Política.
02 de março Primeira Versão do Texto Base da Conferência Nacional.
20 de março Lançamento da Conferência Nacional “Paulo Freire” de Formação e Educação Política do PT e abertura das inscrições para a primeira Jornada de Formação para as/os Educadoras/os Militantes.
04 de abril Encerramento das inscrições para a primeira Jornada de Formação para as/os Educadoras/os Militantes.
05 de abril Iní­cio da primeira Jornada de Formação para as/os Educadoras/os Militantes.
Até 30 de abril Primeira Versão do Texto Base da Conferência Nacional.
Até 31 de maio Final da primeira Jornada de Formação para as/os Educadoras/os Militantes.
De maio a julho Etapas Zonais e Municipais da Conferência.
De julho a agosto Etapas Estaduais.
De maio a agosto Etapas Livres da Conferência.
Setembro Etapa Nacional da Conferência, dividida em dois finais de semana.