Originalmente na fonte: Gizele Benitz, PT na Câmara

Publicado no site do PT, em 08/03/2013

O deputado André Vargas (PT-PR) afirmou que a data cristaliza grandes conquistas na igualdade de gênero, “mas que nos leva à conscientização sobre as carências de um mundo ainda tão distante da igualdade entre os sexos”. O deputado acrescentou que só teremos uma sociedade “justa, soberana, livre, com homens e mulheres lado a lado, trabalhando na família e na sociedade”.

Na vida política e pública, destacou André Vargas, a proporção de mulheres nos parlamentos é ainda inferior aos 30% considerados como média aceitável para a maioria dos países. Ele lembrou que nas eleições de 2006, foram eleitas 44 deputadas federais e 137 deputadas estaduais e distritais. “Segundo os números, a presença feminina na Câmara Federal permanece a mesma, depois das eleições de 2010”, disse.

O deputado André Vargas também elogiou a presidenta Dilma Rousseff que, de acordo com ele, é uma das maiores estadistas que o Brasil já teve e liderança política de caráter mundial. “A presidenta Dilma continua levando o Brasil a uma posição de destaque na economia mundial e luta de forma determinada, convicta e constante na redução de nossas desigualdades sociais e de gênero. Parabéns às mulheres pelo seu dia”, finalizou.

O deputado Dr. Rosinha (PT-PR) destacou que a melhor homenagem que se pode fazer às mulheres “é exigir punição aos assassinos, aos homicidas, que, por mera questão de machismo, de entender que a mulher é objeto, as assassinam”. O que queremos para o nosso País, disse ainda o petista, “é a construção de uma sociedade igualitária entre homens e mulheres”.

Ao homenagear as mulheres pelo seu dia, o deputado José Genoíno (PT-SP) ressaltou a história de luta das mulheres pela igualdade de direitos e contra o preconceito. “Lembro as companheiras que tombaram na luta armada, as companheiras que foram torturadas, as companheiras que deram a vida pela liberdade e pelo socialismo. Companheiras com quem convivi, seja na clandestinidade, seja nas prisões”, disse.

José Genoíno disse ainda que “a luta pelos direitos da mulher contra a violência, contra a discriminação em relação a salários, em relação à política, em relação à representação institucional, em relação ao mercado de trabalho, faz parte de um conjunto maior, que é o princípio de uma sociedade verdadeiramente democrática, solidária e libertária, que é o princípio da igualdade dentro da diversidade. A igualdade na diferença”, ressaltou.

Para o deputado Luiz Couto (PT-PB), o Dia Internacional da Mulher simboliza o universo feminino no mundo. “E aplaudimos todas as conquistas femininas alcançadas nas últimas décadas. As mulheres ao longo do século XX marcaram, de maneira definitiva, os seus rumos para este novo milênio”, disse.

“A nossa homenagem às mulheres brasileiras. Creio que foram as primeiras aliadas do nosso ex-presidente Lula e agora da nossa presidenta Dilma, nos sentido de garantir dignidade para todo o nosso povo. Nos programas sociais, as mulheres têm contribuído nessa grande transformação”, disse o deputado Padre João (PT-MG).

O deputado Pedro Uczai (PT-SC) parabenizou as mulheres e afirmou que, “ao longo de sua história, elas têm lutado para conquistar novos direitos”.