s

Para acessar a área restrita use suas credenciais da Área PT

 Login

Conheça o “Elas por Elas”

A plataforma Elas Por Elas Eleições 2020, um espaço inovador para apoiar, acompanhar, incentivar e orientar as pré-candidatas para fazer a disputa eleitoral.

O Brasil é um dos piores países do mundo em representatividade de mulheres na política, com uma porcentagem ínfima de 10,7% dessas representantes no parlamento, formado majoritariamente por homens, machistas e misóginos, como os que conduziram o golpe contra o governo legítimo da presidenta Dilma Rousseff. O índice está muito aquém da realidade brasileira, em que as mulheres são maioria na população e também no eleitorado.

O Elas por Elas quer transformar esse cenário em que sobressai a disparidade de gênero, com suporte para que esse despertar das mulheres seja canalizado para a luta por uma sociedade mais justa e democrática. Desse espírito, surgiu a plataforma Elas Por Elas.

O lançamento aconteceu na TV PT e contou com a presença de Eleonora Menicucci, ministra do governo Dilma, a presidenta do PT Gleisi Hoffman, deputada federal; Symmy Larrat, presidenta da ABGLT e Nádia Garcia, integrante do projeto Elas por Elas e da Juventude Nacional do PT. Gleisi destacou o papel fundamental do projeto Elas Por Elas na inclusão de mulheres na política em diversos aspectos.

“Temos no PT um programa que prepara as mulheres para o exercício da política — seja no processo eleitoral, para a direção do partido, para elaboração de políticas, para fazer a comunicação institucional”, afirmou a presidenta do partido.

A plataforma nasce no contexto da necessidade de garantir segurança sanitária para as mulheres do país inteiro. A ideia era fazer uma jornada presencial em todo Brasil, levando cursos e atividades políticas em todos estados. No entanto, com a pandemia do Coronavírus, as mulheres do PT se reorganizaram e prepararam uma alternativa inovadora para não deixar de dar o suporte necessários às mulheres que vão para a disputa eleitoral em 2020, o ano mais desafiador do século.

“Não é à toa que existe o termo ‘inventando moda’. As mulheres inventam e inventam o tempo todo para sobreviver. Somos inovadoras por excelência e essa iniciativa representa essa força”, pontuou Eleonora Menicucci.

A equipe do projeto Elas Por Elas conta com 27 colaboradoras e 130 comunicadoras populares presentes em todos os estados do Brasil. É um batalhão de mulheres dispostas a orientar, apoiar, acompanhar e oferecer as próprias habilidades para que as candidaturas femininas tenham sucesso. “Os países que tiveram maior sucesso no enfrentamento à pandemia são liderados por mulheres. Eleger mais mulheres agora é resgatar o caminho da recuperação econômica, da democracia e da igualdade social”, explicou Anne Moura.

Nádia Garcia, da juventude do PT, ressaltou a importância de uma plataforma como essa para estimular as mulheres jovens a participarem do processo político: “Ainda vemos poucas mulheres jovens ocupando o parlamento. Essa iniciativa do Elas Por Elas é um passo para continuarmos transformando essa realidade”, destacou.

Outro desafio importante no fortalecimento de candidaturas femininas é a presença de mulheres lésbicas e transgêneros, que irão dar peso para elaboração de políticas voltadas a esse grupo. Diante do cenário preocupante a médio e longo prazo, por conta da irresponsabilidade do governo Bolsonaro no combate ao Covid-19, Symmy Larrat chamou atenção para a realidade dessa população. “Esse grupo vive, em grande parte, em empregos informais, portanto a fome e a sobrevivência batem na porta. Além disso, há dificuldades, por exemplo, até na hora de acessar os auxílios”, explicou.

Acesse aqui a plataforma http://www.elasporelaspt.com.br/