Você está aqui

Em Pauta Conjuntura

Em Pauta Conjuntura: Crescem as mobilizações pelo “Fora Temer”

Mais de 20 mil manifestantes foram, ontem (21/05), no MASP, na Avenida Paulista, para pedir a saída de Michel Temer, a realização de eleições diretas já e rechaçar as propostas de reformas trabalhistas e da Previdência defendidas pelo Palácio do Planalto e pelo empresariado, além de setores da mídia.

Em Pauta Conjuntura: JBS delata Temer, Aécio e compra do silêncio de Cunha

Donos da JBS, os empresários Joesley Batista e seu irmão Wesley fizeram, ontem (17/05), uma denúncia explosiva. Os empresários gravaram, em março deste ano, o presidente Michel Temer dando aval para comprar o silêncio do deputado cassado e ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB), preso na operação Lava Jato.

Em Pauta Especial: Antonio Candido, presente!

No último dia 12, faleceu, aos 98 anos, um dos mais importantes intelectuais brasileiros, o crítico literário, ensaísta e sociólogo Antonio Candido. Pensador político respeitado, era um homem de esquerda, socialista, sensível e comprometido com a luta democrática e popular.

Em Pauta Conjuntura: Um ano do golpe e 365 direitos perdidos

Para marcar um ano do golpe, o Alerta Social elaborou uma publicação que traz a síntese desse triste ano. Uma cronologia dos últimos 12 meses, com 365 fatos e medidas que implicaram na perda de direitos dos brasileiros. A cada mês foi destacado uma política pública e como ela está sendo desmontada.

Em Pauta Especial: A perseguição a Lula e a Jornada de Lutas pela Democracia em Curitiba

Nesta semana, a cidade de Curitiba (PR) tornou-se o centro da luta em defesa da democracia e dos direitos da classe trabalhadora. Na manhã de terça-feira (9/05), milhares de pessoas de todo o País começaram a chegar na capital paranaense para participar da Jornada de Lutas Pela Democracia, com o objetivo de prestar solidariedade ao ex-presidente Lula, em seu primeiro depoimento ao juiz Sérgio Moro.

Em Pauta Conjuntura: Mobilização em apoio ao ex-presidente Lula em Curitiba

Amanhã (10/05), haverá uma mobilização de forças populares em Curitiba, em defesa da Justiça e em solidariedade ao presidente Lula, que, pela primeira vez, será ouvido pelo juiz Sérgio Moro.

Em Pauta Conjuntura: A continuidade das mobilizações contra as reformas

Após reunião em Brasília das centrais sindicais com o senador Renan Calheiros (PMDB), líder do partido na Casa, na tarde de ontem (3/05), o presidente da CUT, Vagner Freitas, alertou que, independentemente do diálogo com os senadores, a mobilização dos trabalhadores terá maior peso e será decisiva na condução do PLC 38, a reforma trabalhista, no Senado. Há possibilidade de se construir uma outra greve geral. “Não está definido, mas está na ordem do dia”. Ele ainda fez um apelo aos trabalhadores para que participem das lutas e manifestações.

Em Pauta Conjuntura: No dia 28, greve geral contra as reformas trabalhista e da previdência

A Central Única dos Trabalhadores convoca toda a classe trabalhadora a dar uma dura resposta ao governo golpista com uma greve geral em todo o País no próximo dia 28. Dentre os retrocessos estão a terceirização sem limites, que já foi aprovado na Câmara Federal no dia 22 de março, as reformas trabalhista e da previdência.

Em Pauta Conjuntura: Câmara rejeita urgência de projeto da reforma trabalhista

A Câmara reprovou, ontem (18/04) a urgência para votação do substitutivo ao Projeto de Lei (PL) 6.787, de reforma trabalhista, contrariando a vontade do governo. A sessão teve protestos e discussão. Foram 230 votos pela urgência, número insuficiente para a aprovação (eram necessários 257 votos). Logo após o resultado aparecer no painel, deputados da oposição comemoraram gritando "Fora, Temer". Na mesa e no plenário, deputados da oposição portavam cartazes com dizeres como "Urgência é golpe".

Em Pauta Conjuntura: Impactos negativos do desmonte dos direitos trabalhistas

Para o presidente da Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho, Germano Siqueira, o substitutivo ao Projeto de Lei 6.787, de reforma trabalhista, é pior do que o original, no sentido de prejudicar os trabalhadores em seus direitos. Siqueira contesta a argumentação do governo de que a reforma trabalhista é algo positivo e que visa modernizar a legislação. "O discurso de ocasião usado pelos defensores da reforma é oportunista e coloca no centro da discussão, em verdade, a ideia de reduzir e precarizar direitos".

Páginas

Subscribe to Em Pauta Conjuntura