Você está aqui

Confira os infográficos sobre o Programa Minha Casa Minha Vida

-A +A
Quando: 
22 Abril, 2014
Publicado em: 
22 Abril, 2014

A Escola Nacional de Formação do PT preparou quatro infográficos didáticos para explicar os principais pontos do Programa Minha Casa Minha Vida, do governo federal. Confira!

 

O programa Minha Casa Minha Vida possibilita o financiamento dos imóveis em até 360 meses, isto é, 30 anos. Na área urbana, atende três faixas de renda mensal: até R$ 1.600,00 (faixa 1), até R$ 3.100,00 (faixa 2) e até R$ 5.000,00 (faixa 3). Na área rural, são atendidas as seguintes faixas de renda anuais: até R$ 15 mil (faixa 1), até R$ 30 mil (faixa 2) e até R$ 60 mil (faixa 3).

 

Em 2014, o MCMV está sendo realizado nos seguintes estados brasileiros: Acre, Ceará, Mato Grosso, Bahia, Goiás, Mato Grosso do Sul, Distrito Federal, Pará, Amazônia, Paraná, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Espírito Santo, Amapá, Maranhão, Rondônia, Rio de Janeiro, Alagoas, Roraima, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

 

 

Segundo o 9º Balanço do Programa de Aceleração do Crescimento II (PAC II), desde seu início, o Minha Casa Minha Vida apresenta os seguintes resultados:

 

Em junho de 2013, o governo lançou o Programa Minha Casa Melhor, com o intuito de financiar – com juros subsidiados de 5% ao ano e prazo de até quatro anos para pagar – a compra de móveis e eletrodomésticos para beneficiários do Minha Casa Minha Vida. Após receber sua moradia, mais de 428 mil famílias já foram beneficiadas, com recursos que somam mais de R$ 2,13 bilhões, garantindo mais conforto e qualidade de vida. De acordo com a presidenta Dilma Rousseff, “esse programa é muito importante para as famílias com renda mais baixa, que tinham e têm muita dificuldade para conseguir crédito barato no mercado”.

Entre os itens que poderiam ser adquiridos com o cartão do programa, estavam, inicialmente: guarda-roupas, camas (de casal, de solteiro, beliche, cama box), berço, mesa com cadeiras, sofá, computador, TV, máquina de lavar, fogão e geladeira.

Em novembro de 2013, no entanto, o governo ampliou a lista de produtos que poderiam ser comprados pelo Minha Casa Melhor, após reunião extraordinária do Conselho Monetário Nacional (CMN). A partir de agora, também podem ser comprados os seguintes itens: tablet, forno de microondas, móveis para a cozinha, estante ou rack.

Assuntos: