Você está aqui

Sobre a Escola Nacional de Formação do PT

-A +A

Histórico e missão

Criada pelo 3º Congresso do Partido dos Trabalhadores, a Escola Nacional de Formação tem como finalidade implantar, de forma permanente, a política nacional de formação do PT, em acordo com o Estatuto do partido, sobretudo em seu artigo 241, que define: “a formação política, coerente com a característica plural e democrática do Partido, deve ser estimuladora do exercício crítico, superando o dogmatismo e a retransmissão de verdades prontas. Sua metodologia deve adotar como base a pluralidade de visões e interpretações existentes no Partido e na sociedade, fazendo do debate, da dúvida e da polêmica, uma estratégia sempre presente em suas atividades”.

Suas atividades formativas são orientadas por dois importantes documentos: as Diretrizes Curriculares e Metodológicas e o Regimento.

Princípios e concepção teórico-metodológica

A concepção teórico-metodológica das atividades de formação segue a decisão do 3° Congresso, que diz: “os processos de formação, por seu conteúdo teórico-político e por sua metodologia, devem contribuir para que os militantes se tornem sujeitos da formulação, das decisões e de uma ação política transformadora tanto junto aos movimentos sociais quanto no plano institucional. Para tanto, a experiência de nossos militantes, em todas as dimensões, deve ser valorizada e considerada”.

Fundamentada nestes parâmetros de formação de sujeitos capazes de formular e desenvolver o pensamento crítico, a Escola Nacional de Formação define suas opções metodológicas também a partir do projeto político do PT, seguindo, por princípio dos processos de formação, o socialismo democrático.

Composição

A sua Diretoria Executiva é composta pelo(a) titular da Secretaria Nacional de Formação do PT, pelo(a) titular do Núcleo de Formação da Fundação Perseu Abramo e mais dois membros indicados pelo Conselho.

O Conselho  é composto por 16 membros, sendo um(a) titular da Secretaria Nacional de Formação do PT, um(a) titular do Núcleo de Formação da Fundação Perseu Abramo e outros 14 membros indicados pelo Diretório Nacional, sendo 9 necessariamente do DN e 5 membros filiados(as), com experiência e contribuição reconhecida ao PT.

Tanto a Diretoria quanto o Conselho da Escola Nacional de Formação são compostos respeitando-se a paridade de gênero.

A Escola Nacional de Formação também possui uma equipe constituída por formadores(as), consultores(as) e colaboradores(as), responsáveis pelo desenvolvimento e realização dos cursos. Em cada estado, além das atribuições dos secretários, estamos estruturando os coletivos de gestores de formação, dedicados a concretizar o Plano Nacional e Planos Estaduais de Formação Política, por meio de um processo de integração que ocorre nas comunidades de práticas de gestores e de secretários. A Escola conta ainda com profissionais de comunicação, design, tecnologia e educação, que cuidam da educação online, atuando na atualização permanente da área aberta do Portal ENFPT e na navegabilidade dos cursos disponibilizados na área exclusiva para filiados(as).

A Escola e a relação com os(as) filiados(as) e militantes

A Escola Nacional de Formação está voltada à formação dos militantes do partido, que incluem: novos(as) filiados(as) e militantes de base; dirigentes e integrantes das instâncias partidárias e setoriais; parlamentares, gestores(as) públicos, militantes que atuam em governos dos quais o PT participa; petistas que atuam nos movimentos sociais.

Organização dos cursos

A política nacional de formação implantada pela Escola prevê tanto a realização de cursos, jornadas e oficinas presenciais quanto a modalidade de educação online, sendo que esta última representa a continuidade e o aprofundamento das formações realizadas presencialmente.

Estes processos formativos – presencial e online – são trabalhados pela Escola em âmbito nacional, estadual e municipal, utilizando materiais produzidos pelo Partido, pela própria Escola, pela Fundação Perseu Abramo, entre outras publicações. Os conteúdos são apresentados por meio de diferentes ferramentas pedagógicas, tais como, cadernos de formação, livros, vídeos, roteiros, imagens, linhas do tempo etc.

Com base nos princípios e nas concepções metodológicas, são organizados os currículos,  elaborados pelo Conselho da Escola, para os cursos permanentes.

A Escola oferece um conjunto de cursos e jornadas permanentes, financiados com seu orçamento regular. Estes cursos têm periodicidade prevista. São eles:

1. Cursos para novos filiados e militantes de base

Apresenta para o(a) novo(a) filiado(a) a história e o programa político do PT, como o partido funciona, como participar dele, quais são os direitos e deveres do(a) filiado(a). Saiba mais

2. Jornada Nacional de Formação: para filiados, militantes e dirigentes

Propicia aos filiados(as) e militantes do PT a oportunidade de se apropriar de aspectos significativos da história do partido e do País, de compreender a perspectiva do socialismo democrático e sustentável e as principais diretrizes do projeto nacional do PT. Saiba mais

3. Curso para dirigentes de instâncias partidárias e setoriais (em elaboração)

4. Curso para Juventude

5. Curso sobre feminismo e poder

Os conteúdos da Jornada Feminismo e Organização das Mulheres Petistas estão organizados em três módulos: Introdução ao feminismo – as teorias feministas e as relações sociais de sexo; O debate do feminismo no movimento e no partido; e Balanço da experiência do PT e novas perspectivas para um feminismo petista. Saiba mais

6. Curso sobre a questão étnica e racial

A Jornada Nacional de Combate ao Racismo torna possível compreender a política sobre a questão racial desenvolvida pelo PT desde a sua fundação, bem como as experiências de organização e luta dos negros e negras do partido junto aos movimentos sociais, nos governo e parlamentos do País. Tem como objetivo formar o maior número possível de filiados(as) e militantes para combater a discriminação racial, qualquer forma de discriminação e afirmar o direito à igualdade. Saiba mais

7. Curso sobre política

8. Cursos para candidatos(as)

Contribui com o planejamento da campanha, a elaboração de programas de governo e das propostas de mandato parlamentar para os candidatos(as) do PT às eleições para executivo e legislativo, além de apoiar o fortalecimento do projeto político do partido. Saiba mais

9. Cursos para vereadores(as), prefeitos(as) e militantes de governos petistas

Contribui para o planejamento e desenvolvimento dos planos de governo e de atuação parlamentar, tendo como base as diretrizes e eixos conceituais comuns do Modo Petista de Governar e Legislar e do projeto do partido para o Brasil. Saiba mais

10. Jornada sobre a questão sindical (em elaboração)

Assuntos: